Categories • Automotivas

Stellantis amplia gama de elétricos com furgões Peugeot e Citroën

A Stellantis deu sequência nesta segunda-feira (29) à sua ofensiva de veículos elétricos para o mercado brasileiro. Depois do Peugeot e-208 GT, lançado em setembro, a montadora apresentou os modelos comerciais Peugeot e-Expert e o Citroën Ë-Jumpy, ambos construídos sobre a plataforma EMP2. O preço de tabela também é o mesmo para os dois veículos, R$ 329,9 mil.

O valor, aliás, chega a ser mais do que o dobro das versões térmicas dos dois modelos vendidas no País, que custam em média, segundo a tabela Fipe, R$ 140, 7 mil e R$ 140,6 mil, respectivamente. Pesa no preço o fato dos veículos serem importados da França, afora o tipo de propulsão, no caso, a elétrica, que envolve componentes mais sofisticados em termos de geração e transmissão de força.

Os veículos disputam agora mercado com outros modelos elétricos que já desembarcaram no Brasil, como o furgão BYD eT3 e o JAC iEV750V. O primeiro, o mais compacto dentre eles, tem capacidade de carga de 720 quilos e 3,3 mil litros de espaço no compartimento e é vendido por R$ 229 mil. Já o JAC é maior, com capacidade de carga 1,5 toneladas, compartimento de 12 m³ e preço sugerido de R$ 420 mil.

Furgão Peugeot e-Expert, praticamente um espelho do Citroën Ë-Jumpy, será vendido por R$ 329,9 mil

No caso do Peugeot e-Expert e do Ë-Jumpy, a capacidade de carga é de até 1 tonelada e a área do compartimento traseiro mede a metade do concorrente da JAC, 6 metros cúbicos. A grande aposta da Stellantis neste mercado de distribuição urbana está no pós-venda das duas marcas, que tem abrangência maior do que a das rivais chinesas.

De acordo com Felipe Daemon, diretor da Peugeot na América do Sul, a partir de janeiro do ano que vem toda a rede de concessionários estará apta a receber veículos elétricos Peugeot/Citroën, ou seja, terá condições de prover manutenção e venda de componentes, por exemplo, algo que hoje está restrito a apenas duas lojas no mercado brasileiro, uma no Rio de Janeiro e outra em São Paulo.

Para Vanessa Castanho, vice-presidente da marca Citroën, os veículos surgem em contexto de aquecimento das demandas na entrega urbana, que ganhou relevância na esteira do e-commerce nos últimos dois anos.

Dentre os principais itens presentes nos dois modelos de furgões da Stellantis estão sistema de monitoramento de pneus, acendimento automático de faróis, sensor de chuva, três modos de direção, painel digital e sensor de estacionamento traseiro. O motor elétrico de 100 kW, de acordo com a fabricante, pode gerar até 136 cavalos de potência. A autonomia da bateria é de 330 quilômetros em ciclo urbano com carga completa.

Fonte: Automotive Business

You May Also Like