Sem Caoa, marcas de luxo da Chery chegam ao Brasil em 2024


SUV Omoda 5 será o primeiro modelo a ser vendido no país
Sem Caoa, marcas de luxo da Chery chegam ao Brasil em 2024
O futurista Omoda 5 tem porte de Compass e será vendido em versões híbrida (foto) e elétrica

Duas novas marcas chinesas deram os primeiros passos para entrar no mercado brasileiro. Omoda e Jaecoo iniciaram suas operações de forma oficial no país por meio de um evento realizado nesta quinta-feira (21). Em outubro, AB tinha noticiado a estratégia das divisões de luxo da Chery.

“O Brasil é um dos mercados mais importantes na estratégia global das nossas marcas”, afirmou Shawn Xu, CEO global da Omoda Jaecoo.


VEJA MAIS:
– Marcas chinesas Omoda e Jaecoo chegam ao Brasil em 2024
– Chery vai lançar mais duas marcas na Europa


A operação será realizada de forma completamente independente da Caoa, que hoje controla as atividades da Chery no mercado brasileiro.

“Não existe relação com a joint-venture (da Caoa Chery), como não existe globalmente”, disse Leandro Teixeira, diretor de planejamento e produto das marcas chinesas.

Atualmente, seis funcionários cuidam dos primeiros passos por aqui com ajuda da China. A meta é compor rapidamente a equipe de colaboradores no país.

Ao mesmo tempo, o processo de escolha de concessionárias já está em andamento. O objetivo é abrir 40 revendas até o fim de 2024, sendo que as duas marcas vão dividir o mesmo espaço.

Chineses da Chery querem produzir carros no Brasil

Omoda e Jaecoo aproveitaram a ocasião para confirmar os planos de produzir carros no país.

“Antes mesmo da chegada das marcas ao país nós consideramos produzir nossos veículos no Brasil. No momento, estamos avaliando os detalhes e vamos informá-los tão logo essa decisão seja tomada”, declarou Alex Wang, diretor de operações de Omoda e Jaecoo para o Brasil.

Leandro revelou que ainda não há definição de onde será a futura fábrica.

“Estamos avaliando todas as possibilidades, seja em Jacareí, São Paulo ou em qualquer outro lugar. Vamos produzir onde fizer sentido para nós”.

As marcas já estão presentes em mercados como Arábia Saudita, Cazaquistão, Austrália e México. A meta é ingressar no mercado europeu em meados de 2024.

Até o fim do ano que vem, os chineses esperam que a Omoda esteja presente em 40 mercados pelo mundo, enquanto a Jaecoo estará em 24 países globalmente.

Omoda 5 estreia em 2024

SUV da marca de luxo da Chery deve ser posicionado abaixo dos rivais chineses da BYD e GWM (Foto: Vitor Matsubara)

O primeiro modelo será o Omoda 5, que será lançado no Brasil nas versões híbrida plug-in e elétrica em 2024. O SUV tem linhas robustas e com muitos vincos pela carroceria. A receita, aliás, lembra bastante os carros da Lexus.

O Omoda 5 tem porte semelhante ao do Jeep Compass e será posicionado abaixo de GWM Haval H6 e BYD Song Plus, que atualmente estão na faixa de R$ 210 mil a R$ 270 mil.

O nome da marca de luxo da Chery tem na letra “O” referência  ao oxigênio, elemento essencial para a vida, enquanto a palavra “moda” remete à “moderno”.

Já a Jaecoo (pronuncia-se “djêico”) tem seu nome inspirado na palavra “Jaeger” (caçador, em alemão). De acordo com a marca, a intenção é evocar o espírito batalhador e persistente.

O SUV Jaecoo 7 tem um estilo mais retilíneo e sofisticado, com linhas que remetem ao Range Rover e elementos de modelos da Volvo.

Fonte: Automotive Business

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO