Categories • Automotivas

Novo Ford Mustang estreia com mais tecnologia e design futurista

Por Vitor Matsubara

A Ford lançou o novo Mustang no Brasil.

A sétima geração do esportivo será vendida inicialmente apenas na versão GT Performance por R$ 529 mil.


VEJA MAIS

– Funcionários pressionam Ford para produzir carros elétricos no Canadá

– Ford aumenta receita e reverte prejuízo


O preço é significativamente menor do que os R$ 576.490 pedidos pelo antigo Mustang Mach 1. O novo Mustang já está em pré-venda e as primeiras unidades serão entregues em junho.

Novo Mustang é mais potente e tem novas funções

Cupê tem 488 cv e transmissão de 10 marchas

Disponível com o conhecido motor Coyote 5.0 V8, o Mustang GT Performance entrega 488 cv e 58 kgfm de torque máximo – 5 cv e quase 2 kgfm a mais em relação ao Mach 1.

De acordo com a Ford, o carro acelera de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos. A transmissão é a mesma automática de 10 marchas da geração anterior.

O novo Mustang possui cinco modos de condução: Normal, Esportivo, Escorregadio, Pista e Pista Drag. Cada um deles altera vários parâmetros do veículo, como assistência de direção, ronco, rigidez de suspensão, sensibilidade do acelerador, rotação e velocidade das trocas de marcha.

Freios Brembo nas rodas de trás e maior rigidez torcional

Novo Mustang tem suspensão adaptativa e detecção de buracos

A sétima geração traz quatro modos de suspensão: Normal, Esportivo, Pista e Pista Drag.

O sistema de suspensão adaptativa recebeu nova calibração e as barras estabilizadoras foram herdadas do Mach 1. Por serem mais rígidas, a rigidez torcional aumentou em 30%.

Os freios agora vem com discos Brembo nos dois eixos – antes era apenas o eixo dianteiro. Já o sistema de escapamento com ajuste de válvulas ativo possui quatro modos: normal, esportivo, pista e silencioso.

Outra novidade do novo Mustang é o sistema de detecção automática de buracos. Ao identificar que o carro cairá em um buraco, ele altera a rigidez dos amortecedores para evitar danos às rodas e pneus.

Segundo a Ford, a distribuição de peso do novo Mustang é de 55% na dianteira e 45% na traseira.

Cupê tem freio de drifting e aceleração remota

Novo Mustang tem duas enormes telas no interior

A versão GT Performance é trazida para o Brasil com itens como painel digital de 12,4 polegadas, central multimídia Sync 4 com tela tátil de 13,2 polegadas e suporte a Android Auto e Apple CarPlay sem fios, carregador de celular por indução, sistema de som Bang & Olufsen com 12 alto-falantes e subwoofer e ar-condicionado digital com comandos na central multimídia.

A lista de itens de segurança inclui 7 airbags, piloto automático adaptativo com função Stop & Go, alerta de colisão frontal, frenagem autônoma de emergência, assistente de permanência e centralização em faixa de rolamento, assistente de manobras evasivas, farol alto automático, sensor de pontos cegos, alerta de tráfego cruzado, leitor de placas de trânsito, câmera de ré e sensores de estacionamento traseiros.

O cupê é importado dos Estados Unidos com uma série de apps para uso em pista. Além do Line Lock (que bloqueia as rodas traseiras para aquecer os pneus antes de uma arrancada), o veículo posui cronômetros, medidor de performance de frenagem, medidores auxiliares e até um freio de drifting, que trava as rodas de trás para auxiliar na manobra.

Curiosamente, o novo Mustang vem ainda com uma função desenvolvida pela engenharia da Ford no Brasil. Trata-se da partida remota com aceleração: além de permitir que o motor seja ligado por dois toques em um botão na chave presencial, ele acelera o motor V8 sem que o condutor esteja dentro do veículo.

Motor Coyote 5.0 V8 é amado entre os fãs do Mustang

O modelo será comercializado em toda a rede de concessionários da Ford, atualmente composta por mais de 110 pontos espalhados pelo país. A manutenção, porém, será realizada em 50 concessionárias especializadas – assim como ocorre com outros modelos mais exclusivos da marca, como o elétrico Mustang Mach-E.

Fonte: Automotive Business