Filtros e palhetas devem receber atenção especial na revisão de férias


Tecfil dá dicas para garantir o bom funcionamento do veículo e a segurança dos passageiros durante a viagem
Filtros e palhetas devem receber atenção especial na revisão de férias

As férias de julho chegaram, e para não ficar parado no acostamento, com o capô do carro aberto e esperando pelo socorro, é fundamental fazer uma boa revisão automotiva antes de pegar a estrada. Entre os diversos itens que devem ser avaliados, a Tecfil — maior fabricante de filtros automotivos da América Latina — chama a atenção para a troca dos filtros de ar do motor, de óleo, combustível e de cabine, itens nem sempre valorizados pelos motoristas, mas que possuem função vital para o bom funcionamento do veículo e a segurança dos passageiros. É preciso estar preparado também para eventuais chuvas durante o percurso, e as palhetas do limpador do para-brisa devem estar funcionando perfeitamente para evitar riscos de acidentes.

“Se as borrachas das palhetas permanecem muito tempo sem uso ou expostas ao sol e à poeira, elas acabam se ressecando e, consequentemente, embaçam os vidros, além de atrapalhar na visibilidade e gerar ruído. Por isso, devem ser substituídas para evitar danos aos vidros e garantir a segurança do motorista e dos passageiros”, alerta Plinio Fazol, gerente de Marketing e de Novos Produtos da Tecfil. A vida útil de uma palheta é de cerca de um ano, portanto, recomenda-se a sua troca uma vez ao ano, ou ainda, quando apresentarem sinais de desgaste.

Sobre os filtros automotivos, Plínio explica que os itens funcionam como uma barreira contra as impurezas e podem influenciar diretamente o funcionamento do veículo, evitando diversos problemas mecânicos.

Os filtros de óleo, por exemplo, agem eliminando as impurezas resultantes da fricção das peças móveis do motor e da combustão. Por isso, avaliar o sistema de lubrificação é fundamental numa revisão automotiva. A Tecfil recomenda que a troca deste filtro seja feita sempre junto com a troca do óleo do motor.

Já os filtros de ar impedem a entrada e a circulação de poeira abrasiva no interior do motor, que pode provocar seu mau desempenho e o aumento do consumo de combustível. Quando este filtro já está saturado e perde sua capacidade filtrante, os danos ao veículo podem ser custosos. Para evitar tantos problemas, há alguns sinais que o próprio veículo dá quando o filtro não se encontra em bom estado. Os principais sintomas são: consumo excessivo de combustível, aquecimento do motor, perda de potência e aumento de gases poluentes pelo escapamento.

Fazol alerta também que o filtro de ar é um item de segurança para o veículo, e atrasar a sua troca pode trazer complicações muito maiores para o motor. “Não se deve, em hipótese alguma, tentar limpar o filtro com jatos de ar comprimido e reutilizá-lo. A força do jato de ar pode romper as fibras da mídia de filtração e agravar as consequências. O ideal é substituí-lo por um novo”, orienta.

Nos filtros de combustível, o prazo para a troca deve seguir as recomendações do fabricante do veículo. Sua principal função é impedir que as impurezas do combustível e do tanque cheguem ao sistema de injeção. “A dificuldade para arrancar ou na hora de acelerar é sinal de que o filtro está sujo ou entupido”, observa Fazol. 

Os filtros de cabine, responsáveis por filtrar o ar que vem do sistema de ar-condicionado, costumam estar localizados atrás do porta-luvas, mas, também, podem estar sob o painel. Seu trabalho é impedir que resíduos, poeira, pólen, mofo e até mesmo pequenos pedaços de folhas cheguem ao sistema de ar-condicionado e, consequentemente, à cabine do veículo, até seus ocupantes.

“Com os dutos impregnados por sujeiras e bactérias, o ambiente interno do veículo é contaminado, e os ocupantes passam a respirar um ar muito poluído. Além disso, o ar-condicionado pode acabar forçando o trabalho do compressor de ar, gerando também aumento no consumo de combustível”, explica.

A Tecfil conta com uma linha diversificada de filtros de reposição automotiva e produz mais de 5.500 modelos de filtros para todos os mercados, destinados a milhares de modelos de veículos. “A abrangência do nosso portfólio garante o atendimento às necessidades dos nossos consumidores”, conclui Fazol.

Sobre a Tecfil

Maior fabricante de filtros automotivos da América Latina e uma empresa 100% brasileira, a Tecfil conta com duas unidades fabris e dois centros de distribuição, localizados no município de Guarulhos, ocupando uma área construída aproximada de 62 mil m². Conta com mais de 1.500 colaboradores e produz mais de 5.500 modelos de filtros para todos os mercados, destinados a milhares de modelos de veículos, o que inclui todas as marcas de automóveis, motos, o setor de caminhões, de máquinas pesadas e implementos agrícolas. A empresa se destaca por fornecer filtros originais de fábrica para diversas montadoras. Atualmente, a marca está presente em todo o Brasil e exporta para mais de 60 países, levando ao mercado filtros com alta capacidade e qualidade.

Informações à imprensa TECFIL
GPCOM Comunicação Corporativa
Murillo Senne — murillo@gpcom.com.br (11) 98223-9260
Débora Ferreira — deboraferreira@gpcom.com.br (11) 98205-4797
Giovanna Picillo — giovannapicillo@gpcom.com.br (11) 99175-7550
Fone (11) 3129-5158

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO