Estudo aponta aumento nas vendas de veículos no último trimestre de 2023


Segundo o Relatório do Data OLX Autos, Chevrolet Onix 2019 lidera vendas na plataforma em quatro das cinco regiões do país
Estudo aponta aumento nas vendas de veículos no último trimestre de 2023

O último trimestre de 2023 registrou um crescimento de 9% na venda de veículos no comparativo com o mesmo período de 2022. O desempenho positivo no fechamento do ano foi impulsionado, especialmente, pelo aumento de 11% nas vendas de automóveis novos. Os dados consolidados fazem parte da nova edição da Análise Setorial do Data OLX Autos, ferramenta de inteligência automotiva da OLX, que avalia e aponta perspectivas para o setor automotivo.

O relatório mostra que o desempenho geral do setor automotivo em 2023 foi positivo. No acumulado do ano de 2023 a produção de automóveis e comerciais leves aumentou 1,3% no comparativo com o mesmo período de 2022. As vendas de veículos 0 km, por sua vez, cresceram em 11,5%. Para 2024, há a expectativa de uma produção ainda mais robusta, com crescimento esperado de 4,8% segundo as projeções da ANFAVEA para automóveis e comerciais leves, acompanhada pela redução das taxas de juros e quedas ainda mais expressivas nos preços. Essa conjuntura favorável tende a estimular o aumento nas vendas de automóveis novos e usados.

O setor automotivo fechou o quarto trimestre de 2023 com 2,86 milhões de carros usados e seminovos comercializados e 645 mil modelos novos vendidos, de acordo com a Fenabrave. Juntas, somam cerca de 3,5 milhões de unidades no período, o melhor desempenho dentre todos os trimestres de 2023.

Segundo o relatório do Data OLX Autos e baseado em dados da ANFAVEA, o último trimestre de 2023 fechou com 540 mil unidades produzidas, o que representa uma leve desaceleração em relação ao trimestre anterior, fruto da quantidade de feriados prolongados no período e da sazonalidade já estabelecida no mercado. Apesar disso, o setor automotivo encerrou 2023 com a média de 551 mil veículos produzidos, mais que o alcançado em 2022, de 544 mil.

Cenário macroeconômico

Tudo indica que em 2023 o Brasil experimentou um crescimento econômico acima do esperado, os dados do último trimestre ainda não foram disponibilizados pelo IBGE, o que renovou o otimismo para 2024, ainda que a projeção de crescimento do PIB, de 1,6%, represente uma expectativa moderada (dados do IBGE e Focus/Banco Central do Brasil Projeção).

Em termos de política monetária, houve uma sequência de cortes na taxa Selic, atingindo 11,75% ao ano, o que estimula condições de financiamento mais favoráveis. No setor automotivo, a inflação para veículos novos voltou a seguir uma tendência decrescente, chegando a 2,4% em dezembro. Para os veículos usados, foi observado um movimento contínuo de deflação, atingindo -4,8%. Os dados são do IBGE e do Banco Central do Brasil.

De acordo com o monitoramento, a concessão de crédito para a compra de veículos cresceu 3,6% em novembro em comparação com o mesmo período de 2022, conforme divulgado pelo Banco Central. Contudo, as taxas de inadimplência, especialmente para pessoas físicas, de 5,3%, continuam sendo um ponto de atenção.

Desempenho dos seminovos e usados na OLX

Segundo a Análise Setorial do Data OLX Autos, os modelos abaixo de R$40 mil continuam a representar a maior preferência em pesquisas de preço na plataforma, somando 46,1% da procura nos últimos três meses do ano. Contudo, após um período de aumento no valor dos veículos e elevação das taxas de juros, observa-se que, no último trimestre de 2023, os modelos acima dessa faixa de preço apresentaram aumento na procura em relação ao ano anterior, conforme abaixo, com destaque para os que custam R$ 60 mil a 80 mil (12,7% de share).

Com recorte de idade do veículo, o levantamento do Data OLX Autos aponta nova queda de participação na procura por automóveis entre 7 e 9 anos no comparativo com o mesmo trimestre de 2022, tendência que se repetiu nas edições anteriores do relatório. Mas a maior queda observada no período foi entre os modelos “velhinhos”, com idade acima dos 14 anos. Ainda assim, possuem a maior fatia de interesse, com 29,8%.

Por outro lado, modelos de 4 a 6 anos apresentaram o crescimento mais expressivo, chegando a quase 15% de participação na procura da plataforma.

Modelos e marcas

O Chevrolet Onix 2019 terminou os últimos três meses de 2023 como vencedor em vendas em quatro regiões brasileiras. Somente no Centro-Oeste a edição 2020 do modelo lidera em comercializações.

Em relação às fabricantes, a Volkswagen repetiu a liderança do terceiro trimestre e fechou o ano como a marca mais comercializada na plataforma também nos últimos três meses do ano. A Chevrolet ocupa o segundo lugar, seguida por Fiat, Ford e Renault.

Dentre as marcas mais procuradas, diferente do quarto trimestre de 2022, em que a Volkswagen liderava com quase 20% de participação, nos três últimos meses de 2023, a montadora alemã caiu para 17,4%, o mesmo percentual da Chevrolet.

Tipo de carroceria

O estudo do Data OLX Autos mostra que os SUVs seguem na tendência de aumento na procura no quarto trimestre, no qual representam 17,2% das buscas. Os hatches, que ainda lideram as pesquisas com 40,6% de share, seguem no caminho inverso e vêm registrando quedas consecutivas.

Dentro da tendência de crescimento da procura por SUVs, ao comparar com 2020, o Nordeste é a região do país onde esse comportamento foi mais latente ao longo de três anos, com aumento de cerca de 7 pontos percentuais. Já os hatches, que em 2020 representavam quase 50% da preferência dos nordestinos, caiu para 41,4%, o que aponta uma consolidação das SUVs na preferência dos consumidores locais.

Na categoria Hatch, Gol e Onix foram os mais vendidos. Toyota Corolla e Honda Civic lideram nas vendas dos Sedãs, enquanto o Jeep Compass e Jeep Renegade se destacaram dentre os modelos SUVs.

Em relação aos modelos mais buscados, o Gol é o preferido (5% de share). Descontinuado em 2022, caiu 1 ponto percentual no quarto trimestre, sendo a maior queda dentre os modelos mais procurados no período. Já a pesquisa pelo Palio caiu 0,5 pontos percentuais e representa 3,5% de participação. Na sequência vem o Corolla (3,5%) que subiu 0,3 pontos percentuais e o Civic, que se manteve no mesmo patamar, com 3,3%.

A Análise Setorial é elaborada por meio da base de dados da empresa, com diagnóstico da oferta e demanda do mercado em tempo real, além de monitorar o desempenho da economia brasileira, bem como reunir informações fornecidas por parceiros de referência no setor automotivo.

O relatório completo pode ser encontrado na landing page do Data OLX Autos: Link

Sobre o Grupo OLX

No Brasil desde 2010, o Grupo OLX tem como missão capacitar as pessoas para que alcancem seus sonhos, reinventando o modelo de consumo. Com a aquisição do Grupo ZAP, concluída em outubro de 2020, a companhia opera a OLX, plataforma horizontal com posição de liderança nas categorias de automóveis, bens de consumo usados e imóveis; e duas plataformas líderes do mercado imobiliário, ZAP e Viva Real.

Os acionistas do Grupo OLX são os principais conglomerados globais de investimento em mídia e marketplaces: Prosus NV (50%), listada na bolsa de valores de Amsterdã, e Adevinta ASA (50%), listada na bolsa de valores da Noruega.

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO