Renault atualiza a linha do Duster a partir de novas versões

Renovação incorpora leves mudanças visuais e amplia pacote de equipamentos de série a poucos meses da chegada do Kardian
Renault atualiza a linha do Duster a partir de novas versões

A Renault refez a oferta do veterano Duster. O modelo passa a ser oferecido a partir de duas novas versões e em quatro opções: Intense Plus 1.6 manual, Intense Plus 1.6 CVT, Iconic Plus 1.6 CVT e Iconic Plus 1.3 TCe CVT, com preços que variam de R$ 122.290 a R$ 153.890.

A marca aproveita a reformulação da gama também para atualizar o veículo com pequenos ajustes visuais e incorporar mais itens de série que privilegiam a segurança. Por fora, a grade dianteira, agora com acabamento em preto brilhante, é a mudança mais perceptível. O SUV ainda ganhou todo o conjunto de faróis e lanternas de LED e passou a ter seis airbags.

Por dentro, a adoção de um console elevado substitui o descanso de braço convencional, recebeu duas entradas USB adicionais na traseira e o quadro de instrumento foi renovado visualmente. A depender da versão, as opções se diferenciam por rodas de liga, pintura de retrovisores e das barras de teto, além de conveniências com sensores de chuva e carregamento por indução.

LEIA MAIS

→Feito no Brasil, Kardian inaugura nova fase da Renault fora da Europa

→Renault anuncia R$ 2 bilhões para produzir mais um SUV no Brasil

→Novo Renault Duster ganha em estilo e muito mais em conteúdo

A linha segue com o que já era encontrado no pacote, como a central multimídia em tela de 8 polegadas, e as mesmas especificações técnicas. O motor 1.6 SCe gera 120 cv e torque de 16,2 kgfm. Já o 1.3 TCe desenvolve 170 cv e 27,5 kgfm. As opções automáticas trazem o câmbio CVT XTRONIC de oito marchas.

A decisão pela reformulação na linha do Duster sugere um reposicionamento do produto no portfólio da Renault, afinal, a marca prepara o lançamento comercial do novo SUV Kardian ainda neste primeiro semestre, como já anunciado.

O Duster já conta mais de dez anos desde o seu lançamento. A geração atual surgiu em 2020 e seu mais recente aprimoramento foi a adoção do motor turbo 1.3 flex associado ao câmbio CVT, em 2022. No ano passado, o Duster somou 26,5 mil emplacamentos, conforme dados da Fenabrave. O volume representou participação de 3,4% das vendas de SUVs no País.

Fonte: AutoIndústria – Foto: Renault/Divulgação

Programa EMPRESA AMIGO DO VAREJO