Randon inicia testes com o semirreboque auxiliado por energia solar

Carreta frigorífica será avaliada em operações reais em estradas do Sul e Sudeste
Randon inicia testes com o semirreboque auxiliado por energia solar

A Randon encaminha mais uma etapa de desenvolvimento da chamada Randon Solar, semirreboque equipado com painéis fotovoltaicos. A tecnologia apresentada na Fenatran 2022 vai a campo para testes em operação reais. A carreta estará durante quatro meses a serviço da Transportes Tozzi, de Chapecó (SC), na distribuição de alimentos em rotas por estradas das regiões Sul e Sudeste.

O projeto busca viabilizar comercialmente semirreboque frigorífico alimentado por energia solar, em substituição ao sistema convencional que usa o diesel para manter o compartimento de carga resfriado.

LEIA MAIS

→Randoncorp avança em projeto de reciclagem de areia de fundição

→Nova versão de sider da Randon ficou 1 tonelada mais leve

→Empresas Randon negociam as primeiras carretas eletrificadas

O protótipo, único na América Latina, tem o teto forrado com placas fotovoltaicas que absorvem e convertam a luz solar em energia elétrica para acionar um aparelho de refrigeração híbrido. A tecnologia tem seu próprio sistema de gerenciamento de energia, sem necessidade de intervenção do operador que, por sua vez, tem acesso aos dados por aplicativo ou por display no veículo.

A potência instalada pode chegar a até 15 kW, com possibilidade de geração de energia de até 11,5 mil kW/ano. Em termo práticos, A tecnologia entrega autonomia em torno de 22 horas para cargas refrigeradas e de 5 horas para cargas congeladas.

De acordo com a Randon, o sistema ainda funciona com menos ruído e, do ponto de vista do custo operacional, é capaz de proporcionar economia de até 1,8 mil litros de diesel por ano. Para o meio ambiente, deixam de ser lançadas 6 toneladas de carbono na atmosfera.

“A experiência vivenciada, consolidando parâmetros técnicos necessários, é mais um passo na jornada de evolução de tecnologia, amplamente testada nos ambientes controlados dos nossos laboratórios de engenharia”, resume Sandro Trentin, COO da Randon. “Acreditamos muito no potencial desta tecnologia única, que possibilita uma operação mais sustentável, segura e silenciosa.”

O semirreboque Randon Solar foi desenvolvido com parcerias do Instituto Hercílio Randon (IHR) e do Centro Tecnológico Randon (CTR). A tecnologia também é compatível com as aplicações de inteligência embarcada da solução Randon Smart e com o sistema de tração auxiliar elétrico e-Sys.

Fonte: AutoIndústria – Foto: Lucas Bergmann/Divulgação Randon

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGO DO VAREJO