Projeto torna obrigatória criação de vestiários femininos em empresas com mais de 50 funcionários


Segundo a autora, medida vai permitir que as mulheres se concentrem mais em suas tarefas
Projeto torna obrigatória criação de vestiários femininos em empresas com mais de 50 funcionários

O Projeto de Lei 5756/23 determina que empresas com mais de 50 funcionários ofereçam vestiário ou espaço para as mulheres se arrumarem. A ideia da autora, deputada Ely Santos (Republicanos-SP), é resguardar a privacidade e bem-estar das profissionais no mercado de trabalho. 

Para ela, a medida “pode melhorar a produtividade ao reduzir preocupações relacionadas à aparência, permitindo que elas se concentrem mais em suas tarefas”. Ely Santos acrescenta que a medida “promove o bem-estar ao fornecer  [às mulheres] um ambiente que considera suas necessidades físicas e emocionais”, acrescentou. 

Em análise na Câmara dos Deputados, o texto insere a medida na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Ely Santos discursa na tribuna do Plenário
Ely Santos acredita que medida vai melhorar produtividade das mulheres (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)

Tramitação
A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Defesa dos Direitos da Mulher; de Trabalho; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Lara Haje
Edição – Rodrigo Bittar

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO