Financiamento cai entre os carros e cresce entre os caminhões


Segmento de motos também apresentou crescimento das vendas financiadas
Financiamento cai entre os carros e cresce entre os caminhões

As vendas financiadas de veículos novos e usados chegaram a 480 mil unidades em outubro, o que representa uma redução de 13,2% em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo informações da B3, a bolsa de valores brasileira, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos.

Apesar da queda no mercado como um todo, alguns segmentos registraram um aquecimento acima da média, que é o caso dos caminhões. Os veículos pesados apresentaram alta de 8,1% no mesmo período, com destaque para os modelos novos, cujo volume de financiamentos subiu 20,4%.

As motocicletas foram outro setor que mostrou números superiores ao do ano passado. Houve um aumento de 8,5%, impulsionados principalmente pelos modelos usados, que tiveram acréscimo de 26,4%, frente a apenas 3,2% das motos novas.

Enquanto isso, os financiamentos de automóveis e veículos leves sofreram a maior redução entre os segmentos: a queda foi de 18,3% quando comparado ao mesmo mês do ano passado. 

“Assim como no mês anterior, em outubro se repetiu a perda de ritmo dos financiamentos, principalmente entre os autos leves novos. A queda pode ser explicada pelo cenário macroeconômico, mas também pela escassez de componentes e matérias-primas, como os semicondutores, no mundo inteiro”, diz Tatiana Masumoto Costa, superintendente de Planejamento da B3.

Fonte: Automotive Business

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO