Categories • Gerenciais

Combinar a compra física com digital é tendência no varejo

Por InforChanel

Depois de um Dia dos Namorados movimentado em 2022, com R$ 6,5 bilhões de faturamento, de acordo com um relatório da All In, o varejo precisa estar atento a como manter a régua do ano passado e continuar aumentando as vendas. Um dos recursos para isso é investir no phygital (físico+digital), afinal, 60% dos consumidores reconhecem que gostam de combinar a compra online com a compra física, como aponta um estudo recente da MindTree.

Para Gustavo Pisani, diretor de Estratégia Digital do Varejo na FCamara, ecossistema de tecnologia e inovação que potencializa o futuro de negócios, os clientes já reconhecem o potencial e vantagens do e-commerce, mas não descartam as lojas físicas. “O comportamento do consumidor não está atrelado apenas a uma escolha entre o digital e o físico, e sim na combinação de ambos. É importante enxergar essa nova tendência e trabalhar para aplicá-la aos negócios, pois assim deixamos o cliente no centro, com o poder de escolha em suas mãos, garantindo que, independentemente de onde ele compre, sua experiência seja positiva”, comenta.

Aplicar a estratégia no varejo é também uma forma de alavancar as vendas, uma vez que proporciona uma experiência híbrida e fluida, conquistando e fidelizando o cliente. “Em especial quando se trata de datas comemorativas em que os consumidores estão circulando por várias lojas em busca do presente ideal, torna-se crucial que o varejo se alie a estratégias para encantar o consumidor com uma jornada de compra que garanta sua autonomia e praticidade”, explica o executivo.

Além disso, facilitar a jornada proporcionando experiências sensoriais, entregas ágeis e eliminação de processos complexos, viabilizados pela integração de modelos, ajuda na tomada de decisão e cria um vínculo da persona com a marca. Essas são apenas algumas das características que mostram ao consumidor como a loja é uma marca confiável e se preocupa com sua experiência.

É possível entender a importância de fortalecer essa relação quando se compreende que o novo consumidor tem qualidades específicas. Ele é exigente e procura por empresas que lhe transmitam sensação de segurança e com as quais a comunicação seja assertiva e clara. Para continuar alavancando as vendas e consolidar o phygital, principalmente em datas comemorativas, o varejo precisa implementar essa conexão e fluidez nas compras, ser mais conectado e aliado das tecnologias. Alguns exemplos seriam a realidade virtual, que ajudaria com provador de roupas, e Inteligência Artificial para o uso de chatbots e buscas recomendadas.

“A tendência phygital já é considerada o futuro e os negócios que se atentarem para amarrar essa estratégia de forma coerente com sua empresa e implementá-la da melhor forma possível, sem dúvidas vão conquistar a confiança e, mais importante, a fidelidade dos consumidores da nova geração”, finaliza Gustavo.

Fonte: Novovarejo