Extrapesado MAN TGX dá adeus ao Brasil após 10 anos


No país foram vendidas mais de 11,5 mil unidades do caminhão
Extrapesado MAN TGX dá adeus ao Brasil após 10 anos

A Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) encerrou a produção do extrapesado MAN TGX na fábrica de Resende (RJ). O modelo era produzido na unidade desde 2012 e havia passado por renovação no ano passado. A informação foi confirmada pela montadora e havia sido veiculada pelo site Autossegredos em 2020.

LEIA MAIS:

> VWCO supera marca de 1 mil caminhões Meteor vendidos
Fábrica de Resende e Consórcio Modular completam 25 anos de uma ideia revolucionária

Por meio de nota, a fabricante informou que segue representando a MAN no país, e que estuda uma nova oferta da marca no mercado regional. A montadora apontou, ainda, que há no momento uma preferência dos clientes pelo VW Meteor, modelo que concorria com o TGX na mesma categoria.

O TGX foi apresentado por aqui em abril de 2012, à época em três versões, o TGX 28.440 6×2, TGX 29.440 6×4 e TGX 33.440 6×4, todos com motor MAN D26 de 12 litros, 440 cavalos de potência e câmbio ZF. A montagem começou por meio de kits CKD importados da Alemanha.

Mais de 11,5 mil caminhões vendidos

Nesses dez ano de mercado foram emplacadas 11,5 mil unidades do caminhão TGX no país, apontaram dados do Renavam divulgados pela Fenabrave. Seu melhor momento foi em 2019, quando foram licenciadas 1,9 mil unidades do veículos, que passou os anos atrás, em volumes de vendas, de concorrentes Scania e Volvo, por exemplo.

A MAN, assim como a Volkswagen Caminhões e Ônibus, integra o Grupo Traton, do qual também faz parte a Scania.

Fonte: Automotive Business

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO