VW vai produzir picape e SUV elétricos com marca independente


Modelos serão feitos nos Estados Unidos e farão parte de uma nova empresa chamada Scout
VW vai produzir picape e SUV elétricos com marca independente

A ofensiva elétrica da Volkswagen vai se expandir para o oeste e de forma “independente”. A montadora alemã acaba de confirmar a produção de dois modelos inéditos e zero combustão nos Estados Unidos, uma picape e um SUV “robusto”, que farão parte da Scout, empresa que ainda será fundada.

A decisão de criar uma nova companhia partiu do Conselho de Administração do grupo alemão e foi confirmada nesta quarta (11) pelo Conselho Fiscal. A picape e o SUV elétricos (este será um jipão com apelo off-road, classificado como R-SUV) serão projetados e fabricados nos EUA para abastecer o mercado norte-americano. 

Foco em segmentos que crescem

Os dois modelos miram em duas das categorias que mais crescem nos EUA, e que representam maiores margens. Com a picape e o jipão zero combustão, a Volks almeja alcançar 10% de participação no mercado estadunidense. 

“Estamos aproveitando a oportunidade para fortalecer ainda mais nossa posição em um dos mercados de crescimento mais significativos para veículos elétricos. A eletrificação oferece uma oportunidade histórica de entrar no segmento altamente atraente de picapes e R-SUV como um grupo, ressaltando nossa ambição de nos tornarmos um player relevante no mercado dos EUA”, afirma Herbert Diess, CEO da Volkswagen AG.

Primeiros protótipos a caminho

Pelo planejamento do Grupo Volkswagen, a Scout será estabelecida no país ainda este ano. Já os primeiros protótipos da picape e do SUV elétricos devem ser revelados em 2023, mas a produção vai começar apenas em 2026. 

Segundo a fabricante, a nova marca usará um novo conceito de plataforma para os dois modelos, mas também poderá se valer da arquitetura de carros elétricos da VW já existentes, como a gama ID.

“A empresa que vamos estabelecer este ano será uma unidade e marca separadas dentro do Grupo Volkswagen, a ser gerida de forma independente. Isso se alinha ao novo modelo de direção do Grupo, de pequenas unidades que atuam com agilidade e têm acesso às nossas plataformas de tecnologia para alavancar sinergias”, explica Arno Antlitz, CFO Volkswagen AG.

Fonte: Automotive Business

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO