Venda diária de ônibus ficou abaixo de 75 unidades em julho


Acumulado dos sete meses teve menos de 11 mil veículos emplacados, segundo dados da Fenabrave (Por Mário Curcio, para AB)
Venda diária de ônibus ficou abaixo de 75 unidades em julho

O mês de julho teve exatos 1.561 ônibus emplacados, o que resulta em queda de 9,8% na comparação com junho. No acumulado do ano foram entregues apenas 10,7 mil unidades, retração de 1,1% na comparação com iguais meses de 2021. Chama a atenção a fraca média diária de vendas, abaixo de 75 unidades. Os números foram divulgados na terça-feira, 2, pela Fenabrave, entidade que reúne as associações de concessionários.

“Houve uma retração maior em julho, mas é uma variação que tem sido natural neste segmento. Dada a base de comparação baixa, pequenas altas ou reduções em unidades emplacadas podem provocar grandes variações percentuais”, justifica o presidente da Fenabrave, José Maurício Andreta Júnior.

Vendas de ônibus seguirão tendências sazonais

Um mês atrás a entidade revisou para baixo a projeção anual do setor, de 19,1 mil para 18,2 mil ônibus, com ligeira alta de 2,8% na comparação com 2021 (pela projeção anterior, 8%). De acordo com a entidade, as vendas até o fim do ano serão motivadas por renovações pontuais de frotas urbanas, rodoviárias e pela retomada do turismo.


– O maior encontro de negócios do setor automotivo e da mobilidade em 2022 espera por você. Inscreva-se no #ABX22 – Automotive Business Experience.


A Mercedes-Benz continua na liderança do setor, com 5,8 mil ônibus emplacados até julho e 54,1% de participação. Em segundo lugar está a Volksbus, com 2,3 mil unidades e uma fatia de 21,1% do mercado. A Marcopolo emplacou no período pouco menos de 2 mil ônibus e detém 18,3% do mercado.

Fonte: Automotive Business

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO