Notícias locais

16 de julho de 2021

Sincopeças-SP e IBER orientam comércio sobre reciclagem de baterias de chumbo ácido


O tema envolve toda a cadeia produtiva, por isso, é fundamental que os comerciantes se mantenham atualizados com relação às informações e os controles legais exigidos pela lei

O presidente do Sincopeças-SP, Heber Carvalho, reuniu-se com a diretora executiva do IBER – Instituto Brasileiro de Energia Reciclável, Amanda Schneider, para promover, conjuntamente, a divulgação e os procedimentos que as empresas envolvidas com a comercialização de baterias chumbo ácido deverão adotar com relação ao destino de seus insumos.

Segundo Heber Carvalho, o tema envolve toda a cadeia produtiva, desde a fabricação até distribuidores, varejistas e consumidor final. “É fundamental que os comerciantes se mantenham atualizados com relação às informações e os controles legais exigidos pela lei. Tanto o Sincopeças-SP quanto o IBER estão disponíveis para orientações às empresas de autopeças que comercializam baterias para automóveis, caminhões e motocicletas”, assegura o presidente.

Amanda Schneider explica que o IBER é uma entidade sem fins econômicos, criada exclusivamente para a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos PNRS no setor, que oferece uma solução completa e econômica que permite apoiar a gestão da Logística Reversa nas empresas, otimizar seu trabalho de coleta de baterias inservíveis e protegê-las contra sanções e irregularidades, atuando na interlocução e apoio ao setor privado e órgãos competentes para o atendimento das obrigações ambientais.

A diretora afirma que o sistema nacional de logística reversa de baterias desenvolvido pelo IBER foi apontado pelo Ministério do Meio Ambiente como uma boa referência para gestão de resíduos no País, destacando-se como projeto de gestão piloto junto ao comércio. “A evolução que nosso sistema tem apresentado de forma contínua chamou a atenção do MMA. A certificação do IBER chegou a um patamar em que já é possível de ser adotada em outros Estados e municípios. Um reconhecimento importante ao trabalho que estamos desenvolvendo”, celebra a diretora.

Para gerenciar a logística reversa de baterias no Brasil, o IBER trabalha com uma plataforma de gestão altamente segura, com tecnologia de ponta, processos automáticos, armazenamento de dados em nuvem, acompanhamento remoto pelos associados e uma equipe técnica especializada que auxilia cada empresa no atendimento das obrigações e melhoria de seus processos. Através dela é possível não apenas organizar a gestão da logística reversa, mas mapear inconsistências, estimular a devolução de inservíveis, certificar e reconhecer as empresas que adotem as práticas ambientalmente corretas.

Conforme o Termo de Compromisso de âmbito estadual firmado entre a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e a Associação Brasileira de Baterias Automotivas e Industriais (Abrabat), atual representante da categoria, por indicação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SMA) e da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), o sistema de Logística Reversa tem início com a participação dos consumidores, por meio da entrega das baterias inservíveis no ponto de entrega, preferencialmente, no momento da compra e instalação de uma bateria nova. Os comerciantes varejistas aderentes ao Termo de Compromisso receberão e armazenarão as baterias inservíveis entregues pelos consumidores. Os distribuidores, fabricantes e importadores efetuarão a coleta periódica das baterias inservíveis, atestando o recebimento por meio de comprovantes, e transportarão os produtos até o local onde serão reciclados ou até outra destinação final ambientalmente adequada.

Clique e veja a íntegra do Termo de Compromisso.

Informações
Imprensa Sincopeças-SP
Robson Breviglieri
Jornalista – MTb. 13084/SP
11 99779 1091
imprensa@sincopecas.org.br

Voltar para Notícias

parceiros