Categories • Automotivas

Renault inicia oferta da nova geração do Kangoo E-Tech

A rede Renault começou a receber a nova geração do Kangoo E-Tech com um salto de capacidades em relação à oferta anterior do modelo, o Kangoo Z.E., primeiro comercial leve elétrico do segmento no País, lançado em 2013. Importado da França, o utilitário é oferecido em versão única pelo preço sugerido de R$ 259.990.

O Kangoo E-Tech pretende entregar agilidade nas operações de coleta e distribuição de carga. Ao mesmo tempo, se apresenta como ferramenta para apoiar estratégias e metas de descarbonização de empresas por meio da frota com um custo operacional reduzido.

O Kangoo E-Tech é montado com motor de 90 kW (120 cv) e 25 kgfm de torque imediato. A bateria de íons de lítio tem capacidade de armazenamento de 45 kWh, o que promete autonomia de até 300 km, pelas normas do Inmetro em ciclo misto.

Os números representam uma evolução robusta na comparação com o Kangoo Z.E. A oferta anterior trazia motor de 44 kW (60 cv) e torque de 22,9 kgfm alimentado por bateria de 33 kWh e o alcance se limitava a 200 km.

Da mesma maneira, a nova geração reforça poder para o trabalho. A capacidade de carga útil, por exemplo, agora é de 800 kg contra os 650 kg do modelo anterior. Também o compartimento de carga aumento de 3,6 m³ para 4,3 m³. Preserva as facilidades da porta deslizante lateral e as traseiras com abertura de até 180°.

Mais versátil na hora de recarregar, o Kangoo E-Tech pode utilizar carregamento de 2,3 kW, adequado para tomadas domésticas, correntes alternadas de 3,7 kW a 22 kW (postos públicos e wallbox) e correntes contínuas de 80 kW das estações ultrarrápidas. De acordo com a Renault, conectado em um wallbox de 11 kW, a baterias do Kangoo E-Tech armazena até 80% da capacidade em 2h40.

LEIA MAIS

→Renault quer Megane E-Tech como “recomeço” de sua história no Brasil

→Renault trabalha em projeto de motor híbrido flex no País

→Americanas incorpora frota de 100 Renault Kangoo elétricos

Ao volante, o motorista tem opção de três modos de frenagem regenerativa para se adequar de acordo com as condições de tráfego, desde o mais adequado para uso nos congestionamentos ao indicado para rodovias.

No dia a dia, a existência de controles eletrônicos de tração e estabilidade, como também assistente em rampa garantem a segurança, aspecto aprimorado também por espelhos laterais mais largos e faróis de neblina de LED.

No interior, o modelo dispõe ajustes de altura e profundidade no assento do motorista e no volante. Traz ainda conveniências como a bandeja de teto, diversos porta-objetos, ar-condicionado digital e central multimídia em tela de 8 polegadas sensível ao toque. O sistema é compatível com Android Auto e Apple CarPlay e pode ser ativado por comando de voz, além de permitir fazer e receber chamadas usando o volante.

Pelas contas da Renault, com base em preços de energia e combustível, o Kangoo E-Tech promete um custo de R$ 0,15 por quilômetro rodado. Se a operação de transporte for realizada com um modelo similar a combustão, o valor sobe para R$ 0,50. A marca lembra ainda que o custo de manutenção é 45% menor para as seis primeiras revisões.

Fonte: AutoIndústria – Fotos: Renault/Divulgação

You May Also Like