Novos motores Euro 6 da Scania serão testados no Brasil


Montadora confirma desenvolvimento em mercados fora da Europa em aplicações de biogás e HVO (Bruno de Oliveira, AB)
Novos motores Euro 6 da Scania serão testados no Brasil

A Scania renovou a plataforma dos seus motores Euro 6 na Europa, um desenvolvimento resultante de investimento de € 2 bilhões. A última atualização promovida pela montadora no powertrain de seus veículos ocorreu em 2016.

Por meio de comunicado a montadora afirmou que os novos motores serão testados daqui para a frente em mercado fora da Europa, embora seja esse continente o primeiro mercado a receber os primeiros caminhões equipados com o novo powertrain.


– LEIA MAIS
Euro 6 faz fabricantes de motores correrem contra o tempo
Montadoras temem prejuízo com nova lei de emissões, que pode ser adiada
Governo sinaliza aumento do prazo da nova lei de emissões


À reportagem, a Scania afirmou que ainda não há projeções acerca do seu lançamento no Brasil, apontando que a atua plataforma utilizada para construção do motor Euro 6, que é produzido em São Bernardo do Campo (SP), “permanece atendendo aos transportadores com excelente eficiência energética”.

Considerando que a fábrica do ABC é uma plataforma exportadora, cuja produção é regida pelas demandas dos mercados e não apenas pela localização geográfica, não deverá demorar muito para que o novo motor seja pelo menos testado aqui no País.

A Scania tem aumentado suas apostas no Brasil com caminhões movidos a gás. Já foram vendidas 400 unidades aqui movidas a gás natural ou biometano, sendo 124 delas negociadas com a Reiter Log em operação na qual o operador logístico de Nova Santa Rita (RS) investiu cerca de R$ 100 milhões.

Novo conjunto, que também envolve a aplicação de eixos atualizados, será compatível com biogás e HVO, o chamado “diesel verde”

Reforça a teoria o fato de a montadora ter afirmado no lançamento do novo motor que ele será também utilizado em aplicações que envolvem o biogás como combustível, e o Brasil é um mercado expoente dentre aqueles em que a Scania comercializa caminhões e ônibus.

“O que apresentamos não é apenas uma plataforma de motor, mas uma importante iniciativa para fortalecer a posição de liderança da indústria da Scania em transporte sustentável pelo resto desta década”, disse Alexander Vlaskamp, vice-presidente executivo e chefe de vendas e marketing.

A nova plataforma será utilizada para construir motores com potências que variam de 425 a 560 cavalos. De acordo com a montadora o novo conjunto, que passou por melhorias na comparação com a plataforma anterior, promete viabilizar economia de combustível em 8%. 

Haverá versões, segundo a empresa, compatíveis com o HVO, combustível alternativo que reduz o nível de emissões.

O novo trem de força também inclui novas caixas de câmbio e eixos, e também está prevista a oferta de um serviço, o Scania ProCare. A montadora informou ainda que também está desenvolvendo espelhos retrovisores digitais.

Fonte: Automotive Business

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO