Executivos das entidades do mercado opinam sobre o adiamento da Automec


Executivos das entidades do mercado opinam sobre o adiamento da Automec

A baixa adesão dos grandes fabricantes de autopeças e a pandemia, que ainda não terminou, foram os fatores que levaram ao adiamento da Automec neste ano. Ela estava programada para acontecer entre os dias 9 e 13 de novembro e foi transferida para 2023.

“O Sindipeças foi favorável ao adiamento da Automec pelos riscos que as condições sanitárias ainda podem representar para expositores e público. Além disso, alguns fabricantes acabaram desistindo da participação justamente para não correr riscos. Embora a pandemia esteja bem mais controlada, ainda há incertezas que precisam ser consideradas”, diz Elias Mufarej (foto), diretor de Mercado de Reposição e de Fomento à Exportação do Sindipeças.

Acrescentando sobre as expectativas para 2023, “como parceiro da Reed Exhibitions na organização dessa feira, que é a mais importante para o setor de autopeças em toda a América Latina, desde sua criação, em 1993, estaremos juntos, para fazer edição de abril de 2023 a maior de todas. Será no São Paulo Expo, na Rodovia dos Imigrantes, em São Paulo (SP)”.

Sincopeças Brasil

Na opinião de Ranieri Leitão (foto), presidente do Sincopeças Brasil e do Sistema Sincopeças/Assopeças (Ce), a decisão foi acertada e dois fatores devem ser levados em consideração. “Se a Automec acontecesse neste ano seria bom para o setor de autopeças do Brasil. Por ser uma referência na América do Sul, é na Automec que a gente percebe a grandiosidade que tem o setor de autopeças do Brasil. Por outro lado, pior do que adiar, seria ela acontecer sem a participação dos principais fabricantes brasileiros e ser um fiasco”.

Andap

Nas palavras do presidente da entidade, Rodrigo Carneiro (foto), a Andap compreende que o momento requer cuidados por conta da pandemia da Covid-19. “Por isso, a mudança de data da Automec para 2023 foi a melhor decisão a ser tomada. Assim, todos teremos segurança na realização do evento quando o programa de vacinação estará mais consistente e a pandemia já deverá estar controlada”.

Ainda de acordo com ele, “sentimos falta de encontros presenciais e a Automec é a feira do setor com representatividade internacional que mostra a magnitude do mercado de reposição no Brasil. Sabemos de sua importância e aguardaremos a nova data com boas expectativas para os expositores e também para o grande público que sempre comparece”.

Sicap

“Entendemos que o adiamento da Automec neste ano foi uma decisão acertada. O Sicap participou de algumas reuniões com os organizadores da feira onde manifestou sua posição para que este evento fosse adiado”, diz o presidente da entidade, Alcides José Acerbi Neto (foto).

Segundo ele, “alertamos e transmitimos as considerações de nossos representados, principalmente de que o local era inadequado e que não oferecia a mesma estrutura do SP Expo, o público seria menor e teria um perfil mais regional, sem a participação das caravanas, visitantes de outras regiões e estrangeiros e que a maioria dos expositores e visitantes não teria a presença do seu corpo diretivo, tudo isso devido aos riscos da Covid-19”.

Neto diz também que, por mais que a situação atual seja de melhora nos números de infectados, internados e recuperados, é muito cedo para promover uma feira com o porte da Automec. “Neste intervalo até a próxima edição da feira, acreditamos que teremos outros formatos e opções para nos relacionar e divulgar produtos e serviços para o setor de reposição de autopeças”.

Sincopeças-SP

Para Heber Carvalho (foto), presidente da entidade, a impressão que se dá é que haveria uma evasão de público pelas grandes indústrias não participarem neste ano. “Eu acho que o adiamento aconteceu em boa hora por conta da situação da Covid-19 não estar totalmente liquidada. Até imaginei que esse tenha sido um dos motivos das grandes fábricas não participarem”.

Sindirepa-SP

“A decisão de adiar a Automec para 2023 foi a única solução viável e necessária que a Reed Exhibitions precisou tomar por conta da pandemia da Covid-19. Infelizmente, não havia outra medida, inclusive porque a Automec é um evento de grande porte e atrai expositores de várias partes do mundo e ainda não é o momento apropriado para reunir os mais de 70 mil visitantes que visitam a feira”, afirma Antonio Fiola (foto), presidente do Sindirepa-SP.

Ele acrescenta que, em 2023, a vacinação já estará em um estágio bem avançado, oferecendo mais segurança e, consequentemente, a situação estará sob controle. “Estamos ansiosos para reunir o mercado com todos os elos da cadeia do aftermarket neste que é um dos mais expressivos eventos do setor no mundo”.

Próxima data

Em nota, a RX (Reed Exhibitions) e o Sindipeças, parceiros na organização e realização da Automec, a maior feira do aftermarket automotivo da América Latina, com apoio da Andap, do Sicap, do Sincopeças e do Sindirepa, comunicaram o adiamento do evento, alegando que a medida está alinhada às expectativas e recomendações de entidades, patrocinadores e empresas do setor. A feira acontecerá entre os dias 25 e 29 de abril de 2023. Antes disso, duas edições online estão confirmadas para 2022, em maio e setembro.

Fonte: Balcão Automotivo (https://www.balcaoautomotivo.com/2021/10/08/executivos-das-entidades-do-mercado-opinam-sobre-o-adiamento-da-automec/)

Compartilhe

Parceiros