Venda de implementos pesados anota o melhor janeiro da história


Entregas preparam frotas para o transporte da produção agrícola do primeiro semestre
Venda de implementos pesados anota o melhor janeiro da história

Dados das vendas de implementos rodoviários consolidados pela Anfir registram em janeiro recorde para o mês nos licenciamentos de reboques e semirreboques. No mês passado, o mercado transportador absorveu pouco menos de 7,1 mil unidades, alta de 8,2% sobre o volume de janeiro do ano passado, quando anotou 6,5 mil unidades negociadas.

De acordo com observação da associação que representa os fabricantes do setor, as primeiras entregas do ano visam atender à demanda por transporte do agronegócio no primeiro semestre, principalmente para as colheitas de soja, milho e cana-de-açúcar.

LEIA MAIS

→Mercado de implementos rodoviários fecha 2023 em baixa de 2,4%

O cenário se reflete no balanço da associação. Do volume de reboques e semirreboques negociados em janeiro, 1,9 mil unidades foram de graneleiros e outras 319 de canavieiros. Ambos os equipamentos participaram de quase um terço das vendas da categoria de pesados no período.

Para José Carlos Spricigo, presidente da Anfir, o começo de ano se mostra promissor. Além do agronegócio, o dirigente lembra dos investimentos que deverão ocorrer com o PAC, a tendência na queda do desemprego com consequente aumento de renda e a redução prevista da Selic, capaz de melhorar o acesso ao crédito.

“Temos um cenário interessante diante de nós que poderá beneficiar também o segmento Leve”, aponta Spricigo, e pondera: “mas é necessário criar condições que evitem o crescimento do endividamento, porque esse fato poderá impedir que a economia se movimente de forma saudável.”

O presidente da Anfir aponta que o crescimento no consumo será o motor para aquecer o varejo, a ponta que demanda carrocerias sobre chassi que, por enquanto segue em baixa. Em janeiro, as entregas de produtos leves somaram 4,2 mil unidades, volume 18% inferior ao mesmo mês do ano passado (5,1 mil).

As vendas totais de implementos rodoviário em janeiro somaram 11,2 mil unidades, o que representou queda de 3,3% em relação ao registrado há um ano, de 11,6 mil produtos.

Fonte: AutoIndústria – Foto: Librelato/Divulgação

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO