Categories • Gerenciais

SUV elétrico da Fisker vai chegar em três versões, uma delas com painéis solares

Durante a feira Automobility LA 2021, a Fisker finalmente divulgou as as especificações do Ocean, seu SUV elétrico anunciado em 2016. O carro virá em três versões: Standard Sport, Ultra e Extreme, variando em potência, autonomia, preço e outros detalhes.

A versão mais básica é a Standard Sport, que traz também o maior atrativo do Ocean: o preço. Saindo por US$ 37.499, o carro sai por consideravelmente menos que o Tesla mais barato, o Model 3, precificado a US$ 43.990. O Standard Sport oferece 400 km de autonomia, aceleração de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos e potência de 275 cv.

O Ultra custa US$ 50.000 e tem autonomia de 550 km, 540 cv de potência e aceleração de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos. Ele apresenta três modos de direção: Earth, Fun e Hyper (o Sport só tem as duas primeiras). Já o Extreme custa US$ 68.999 e tem 560 km de autonomia, 550 cv de potência, um modo de direção a mais (o Off-Road) e painéis solares no teto para carga adicional na bateria (2.400 km de carga por ano em condições típicas, promete a empresa).

Outra característica interessante dos modelos é sua sustentabilidade, já que a Fisker promete “o SUV mais sustentável da Terra”. A cabine tem componentes feitos de diversos materiais reciclados, como carpete, garrafas plásticas, pedaços de borracha, camisetas velhas e até redes de pesca retiradas do oceano.

A Fisker também anunciou que oferecerá o serviço Flexee Lease. Com ele, você pode alugar um Ocean pagando uma taxa de ativação de US$ 3 mil e depois mensalidades de US$ 379, podendo cancelar o aluguel a qualquer momento, já que não há contrato. O objetivo do programa é trazer mais consumidores para o mundo dos carros elétricos.

A Fisker surgiu em 2007, mas se reinventou em 2016 como uma fabricante de carros elétricos. O Ocean, seu modelo principal, foi anunciado para 2022. Nesse meio-tempo, a empresa foi atrás de parcerias para consolidar um modelo de negócios chamado de “asset-light”, em que todas as etapas de produção são terceirizadas, inclusive a montagem. Foxconn e Magna estão entre essas parceiras. Em 2021, a Fisker também entrou no mercado de ações, fundindo-se a uma SPAC.

Os Ocean devem começar a ser produzidos em novembro de 2022 na fábrica da Magna na Áustria.

Fonte: Automotive Business

You May Also Like