Categories • Automotivas

Mercado de carros usados registra aumento do tíquete médio

O segmento de veículos de segunda mão volta à normalidade no que diz respeito a faturamento e margens. Segundo o Estudo Performance de Veículos Usados, realizado pela MegaDealer, em agosto o tíquete médio da venda de carros usados voltou a crescer.


LEIA MAIS:
– Transações de carros usados batem recorde de 2023
– Mercado de carros usados se reinventa em meio aos obstáculos do setor automotivo


O levantamento feito com base nos dados da Auto Avaliar aponta que o tíquete médio dos carros de passeio e comerciais leves usados em agosto saltou para R$ 77.578. Desta forma, o valor foi 3,8% maior na comparação com julho.

Pelo mesmo estudo, a margem bruta média dos lojistas se manteve estável na comparação entre os mesmos meses. Em agosto, essa margem da venda de carros usados foi de 10,9%, contra 11% no mês anterior.

Já o giro de estoque de seminovos e usados das concessionárias comercializados pela plataforma subiu para 45 dias em agosto. Um pouco acima dos 41 dias de julho, mas, segundo a empresa, dentro da média usual. 

Julho foi mês fora da curva para tíquete de carros usados

Para Fábio Braga, country manager da MegaDealer, as distorções observadas nos números de julho foram causadas pela MP 1175, que concedeu benefícios para compra de veículos novos.

“Com preços de automóveis zero quilômetro menores, os valores de carros seminovos e usados foram ajustados para baixo, modificando temporariamente a dinâmica do mercado. Como não houve continuidade do incentivo, o fluxo de vendas e a precificação voltaram a funcionar de acordo com as leis de oferta e procura em agosto”, avalia.

A “normalização” de preços ocorreu nos carros usados com mais de três anos. Veículos fabricados de 2016 a 2019 apresentaram alta de 1,6% no tíquete médio e os produzidos entre 2012 e 2015, aumento de 3,2%. 

Os chamados seminovos, fabricados entre 2020 e 2022, ainda não recuperaram os preços. O segmento anotou redução do tíquete médio de 1% no mês de agosto na comparação com julho.

“O impacto dos preços de veículos novos é maior sobre seminovos do que sobre os usados”, explica Braga.

A pesquisa tem como base dados de vendas realizadas por meio da plataforma Auto Avaliar. Ao todo, são 2.452 concessionárias, de 23 marcas, cadastradas em todo o Brasil. 

Fonte: Automotive Business

You May Also Like