Intenção de compra e venda de carros aumenta no Brasil


Levantamento da OLX aponta que mais de 70% dos entrevistados pretendem comprar ou trocar de automóvel nos próximos 12 meses (Por Vitor Matsubara)
Intenção de compra e venda de carros aumenta no Brasil
Pesquisa feita pela OLX apontou que maioria dos entrevistados espera por boas condições para trocar de carro

A crise econômica e o preço da gasolina não estão prejudicando o comércio de veículos. É o que diz uma pesquisa elaborada pela OLX, que constatou que mais de 70% dos consumidores têm intenção de comprar ou trocar de carro nos próximos 12 meses.

“A decisão de investir na aquisição de um automóvel segue relevante para a maior parte dos brasileiros. Com a pesquisa, percebemos que mais de 70% dos consumidores entrevistados continuam decididos a comprar ou trocar de carro nos próximos 12 meses, avaliando melhores condições ou esperando efetivar a venda do automóvel que já possui. Além disso, houve queda na taxa de desistência, o que reforça um possível aquecimento do mercado de compra e venda de automóveis no país”, acredita Flávio Passos, vice-presidente de Autos e Comercial da OLX Brasil.

Recorde na intenção de compra de carros

Outro destaque foi o aumento do número de pessoas que têm intenção de negociar um automóvel nos próximos 12 meses. O perfil de comprador e vendedor atingiu seu maior índice no último levantamento, com 55% dos entrevistados que expressaram o desejo de realizar as duas operações – no caso, compra e venda de um veículo. Como consequência, houve aumento na intenção de aquisição de um carro (50%) e na intenção geral de venda (47%). 

A pesquisa também indicou que apenas 28% das pessoas que planejavam comprar ou trocar de automóvel nos próximos 12 meses desistiram da aquisição do veículo. Isso aponta uma queda na taxa de desistência em relação ao último estudo, realizado em outubro do ano passado, quando 32% dos entrevistados indicaram terem desistido do processo.

Entre os que desistiram da compra ou troca do automóvel neste ano, o aumento dos preços e o fato de ainda não terem efetuado a venda do carro atual estão entre os principais motivos para a decisão, indicados por 43% e 39% dos entrevistados, respectivamente. Além desses motivos, a espera por melhores condições de pagamento foi citada em 36% das menções.

Já o principal motivo para a compra do novo carro continua sendo a redução de preço, seguida por diminuição da taxa de juros e melhores condições de pagamento. Questionados sobre qual a queda de valor esperada pelos consumidores, 36% dos respondentes disseram considerar descontos de 7% até 10% como uma boa oportunidade para realizar o negócio neste momento. Já 23% esperam redução de 4% a 6%, enquanto outros 22% aguardam descontos acima de 15%.

Critérios para comprar ou trocar de automóvel

Preço, segurança e consumo de combustível permanecem como os três fatores mais decisivos na compra de um carro. Na sequência, os entrevistados citaram fatores como conforto, manutenção, marca, tecnologia, espaço interno/porta malas e custo de seguro.

Os participantes da pesquisa também foram questionados sobre a digitalização dos processos que envolvem a jornada de compra e venda de veículos. A maioria indicou que etapas menos burocráticas e mais digitais seriam um diferencial positivo, principalmente em relação aos trâmites relacionados à transferência da documentação, mencionada por 80% dos respondentes, e ao levantamento do histórico veicular, apontado por 79% dos entrevistados.

De forma geral, o desejo por maior digitalização engloba quase todos os processos: etapas do Detran (74%), simulação e contratação de financiamento (74%), vistoria do carro (74%), avaliação mecânica (71%), contratação de seguro (67%) e pagamento pela própria plataforma de compra e venda (67%). 

Perfil dos entrevistados

O levantamento foi realizado entre os dias 29 de março e 5 de abril de 2022, e considerou o público que comprou ou anunciou um veículo no último ano, ou que tem a intenção de comprar ou vender carros nos próximos 12 meses.

Nesta edição do estudo da plataforma de e-commerce, foram entrevistados mais de 450 homens e mulheres, que conhecem sites e aplicativos de compra, venda e aluguel de automóveis, com idades entre 18 e 55 anos e das classes A, B e C. Os respondentes residem em diferentes regiões do Brasil, sendo 39% deles no Sudeste, 22% no Nordeste, 17% no Sul, 11% no Centro-Oeste e outros 11% no Norte.

Fonte: Automotive Business

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO