Índice Santander: comércio de peças automotivas registra alta de 15,2% no período de um ano


Apesar do resultado positivo em alguns setores, o comércio varejista caiu 3,9% em outubro, quando comparado ao mesmo período de 2020
Índice Santander: comércio de peças automotivas registra alta de 15,2% no período de um ano

O comércio de peças automotivas registrou crescimento de 15,2% em outubro de 2021 em relação ao mesmo período de 2020, de acordo com o indicador IGet, elaborado pelo Santander em parceria com a Getnet Na comparação anual, artigos farmacêuticos também apresentou crescimento de 2,5%. Livros tiveram a maior queda, com 32,3%, móveis e eletrônicos retraíram 23,3% e vestuário, 11,1%. Supermercados recuaram 5,8%, e material para escritório, 5,9%.

Em relação a setembro, o comércio teve alta de 1,9% após dois resultados negativos, em setembro e agosto. Apesar do resultado positivo em alguns setores, o comércio varejista caiu 3,9% em outubro, quando comparado ao mesmo período de 2020.

Ainda de acordo com os dados divulgados, os serviços seguem em recuperação lenta.. O segmento, um dos mais impactados pela pandemia de Covid-19, cresceu 0,9% em relação ao mesmo período de 2020 e 2% em relação a setembro, puxado por alojamento e alimentação.

Outros serviços, que englobam lazer e turismo, por exemplo, caíram 4,5% na comparação anual e 2,9% na mensal. O setor ainda está 21,3% abaixo do patamar pré-pandemia (fevereiro de 2020) e 26,5% abaixo da média de 2019.

O indicador leva em conta as transações feitas por meio das maquininhas da Getnet no país. Ao todo, o indicador de varejo abrange 150 mil estabelecimentos e o de serviços, 73 mil.

Fonte: Novo Varejo (Uol)

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO