Categories • Gerenciais

Gastos com seguro de vida de funcionários podem ser deduzidos do IRPJ

Em análise recente, a Receita Federal esclareceu que os gastos com seguro de vida, destinados a todos os empregados e dirigentes das empresas, são considerados despesas operacionais e que podem ser deduzidos no Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ). 

Isso vale, inclusive, para seguro de vida com cláusula de cobertura de risco – na hipótese de o seguro cobrir indistintamente todos os membros do empreendimento. 

O órgão reconhece que não há diferença entre as expressões “oferecido indistintamente” e “destinados indistintamente” em relação à dedução no imposto. 

Leia mais sobre impostos
Reforma fiscal municipal pode aumentar carga tributária em R$ 2,5 bilhões até 2025
FecomercioSP defende que Congresso não limite aproveitamento dos créditos de ICMS nas operações interestaduais a consumidor final não contribuinte 

O esclarecimento pode ser encontrado na solução de uma consulta pública (Cosit 168/2021), que indagava: a diferença entre os dois termos em relação à declaração; se os pagamentos dos prêmios vinculados à cobertura de risco também são dedutíveis como despesas operacionais; o tratamento para a cobertura ampla na empresa; entre outros pontos. 

A FecomercioSP considera a medida favorável às empresas, já que deixa clara a possibilidade da dedução das referidas despesas no cálculo final e na apuração do imposto.

Fonte: FecomercioSP

You May Also Like