Renault Rafale híbrido terá versão de 300 cavalos com tração 4×4

SUV cupê chegará ao mercado europeu no primeiro semestre de 2024
Renault Rafale híbrido terá versão de 300 cavalos com tração 4×4

A Renault prepara a chegada de mais um de seus  “soldados” para brigar pelo segmento de automóveis médios na Europa. No último domingo, 18, durante o salão aéreo de Paris, apresentou oficialmente o Rafale, seu segundo SUV cupê e cujo nome faz referência a um conhecido vento na França, também adotado em aviões franceses. Chegará ao mercado no primeiro semestre do ano que vem, porém.

Além de incorporar a  nova identidade visual do veículos da marca, o modelo reforça o interesse na montadora nessa faixa de mercado — de maior lucratividade do que de produtos menores e mais baratos —, para o qual já tem representantes como, por exemplo, o Austral e o Espace, com os quais, não por coincidência, compartilha a plataforma CMF-CD, da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, e muitos componentes.

“O Rafale é o novo líder de esquadrão da Renault”, exaltou Fabrice Cambolive, CEO da marca Renault.

O modelo, que a exemplo dos dois outros SUVs será fabricado em Palencia, na Espanha, mede 4,71 m de comprimento, 1,86 m de largura e tem exatamente o mesmo entre-eixo do SUV de sete lugares Espace: 2,74 metros, o que, sem a erceira ifleira de bancos, assegura um amplo espaço interno para os ocupantes.

Por dentro, destaque para o quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas e a segunda tela vertical de 12 polegadas do multimídia, conjunto já visto em outros modelos da marca, como no Austral e Espace, mais uma vez. Mas há ainda a opção de head-up display de 9,3 polegadas com projeção das informações no para-brisa e um  sofisticado teto panorâmico de grandes dimensões e inteligente.

Desenvolvido pela Saint-Gobain, o AmpliSky, por exemplo, tem a capacidade de escurecimento automático por segmentos. Por meio de movimentação de célula via campos elétricos, pode-se escurecer só a parte dianteira, até o meio ou apenas a parte traseira. Além do interruptor convencional, as funções do teto panorâmico podem ser acionadas via comando de voz.

O Rafale chegará às revendas europeias inicialmente com propulsão híbrida  E-Tech de 200 cv, que congrega um motor a gasolina 1.2 turbo de três cilindros, de 130 cv, com dois elétricos, um de 70 cv  e outro de 34 cv. Uma versão plug-in com tração integral e 300 cv,com mais u m motor adicionado no eixotraseiro, já está sendo preparada e será lançada na sequência.

A Renault destaca 32 sistemas de auxílio à condução, segurança e estacionamento. Tem, por exemplo, o sistema 4Control Advanced: em alta velocidade ou em curvas acima de 50 km/h, as rodas traseiras do Rafale giram até 1 grau na mesma direção que as rodas dianteiras, o que ajuda na dirigibilidade, e no sentido contrário em até 5 graus quando em manobras.

LEIA MAIS

→ Bruno Hohmann nomeado vice-presidente global de vendas da Renault

→ Mesmo com incentivos às vendas, Renault concederá férias coletivas e reduzirá produção no Paraná

Fonte: AutoIndústria – Foto: Divulgação

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGO DO VAREJO