Inflação do Carro tem queda de 2,13%


Grande responsável pela deflação foi o combustível, que caiu 10,26%. Custo de uso e manutenção foi de R$ 2.026,55 no mês
Inflação do Carro tem queda de 2,13%

A Inflação do Carro da Agência Autoinforme teve queda de 2,13% em julho, conforme levantamento dos cinco grupos de produtos e serviços utilizados pelo motorista para andar de carro e fazer a manutenção preventiva. A redução dos preços dos combustíveis foi determinante para o índice negativo: foi a primeira deflação no ano.

Os combustíveis registraram uma queda de preços de 10,26% na bomba e como o segmento representa quase 35% do custo de uso e manutenção do carro, o reflexo no total da Inflação do Carro foi significativo. O levantamento revelou queda também na cesta de peças de reposição, com índice de – 3,17%.

Os serviços de oficina (mão de obra de revisão, alinhamento, balanceamento etc) subiram 8,89% e os seguros 8,87%, enquanto o item “impostos” não sofreu alterações.

Os custos com combustíveis no mês foram de R$ 703,84 e o segundo item mais oneroso foi o seguro: R$ 401,73.

No total, o custo para o motorista andar de carro e fazer a manutenção preventiva foi de R$ 2.026,55 em julho.

A cesta de peças de reposição inclui todos os itens de desgaste, como os óleos de motor e câmbio, filtros, limpador de parabrisas até pneus, sistema de freios e jogo de amortecedores. O cálculo é feito considerando o tempo e quilometragem média de gasto de cada uma das peças.

O parâmetro é um modelo compacto seminovo.

Inflação do Carro
Julho-2022

Cesta Variação
Combustível-10,26%
Peças de reposição-3,17%
Serviços+5,89%
Impostos0,00%
Seguros+6,87%
Total-2,13%
Agência Autoinforme

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO