Enel oferece redução de custos de energia e contratos flexíveis para empresas


Ter a liberdade de escolher o fornecedor de energia, como já acontece em outros serviços, agora é uma realidade para pequenas e médias empresas no Brasil
Enel oferece redução de custos de energia e contratos flexíveis para empresas
As empresas têm a possibilidade de optar pelo uso de fontes renováveis como a eólica e solar (Foto: Getty Images)

Ter a liberdade de escolher o fornecedor de energia, como já acontece em outros serviços, agora é uma realidade para pequenas e médias empresas no Brasil. São negócios com uma conta de luz de cerca de R$ 10 mil mensais, que poderão migrar para o mercado livre de energia e obter reduções significativas nas despesas com energia elétrica.

Esses consumidores ganham autonomia para escolher seu fornecedor, rompendo a dependência exclusiva da distribuidora regional. Em meio a este cenário dinâmico, a Enel oferece soluções que viabilizam contratos mais flexíveis e que atendam às necessidades dos clientes, desde volume contratado até as melhores condições de preço, período de fornecimento e tipo de energia.

Dario Miceli, diretor de Comercialização e Trading da Enel, ressalta a importância dessa abertura do mercado, permitindo negociações diretas com os fornecedores de energia. “Essa prática não apenas propicia as melhores condições contratuais, mas também resulta em reduções significativas nos custos de energia dos consumidores. A competitividade do mercado proporciona acesso a preços mais atrativos, com descontos garantidos na fatura de energia, em comparação com o mercado cativo da distribuidora”, afirma.

Essa abertura do mercado e a negociação direta com os fornecedores de energia possibilitam as melhores condições de contrato e reduções significativas nos custos de energia dos consumidores

Dario Miceli, diretor de Comercialização e Trading da Enel

Energia renovável

Além de oferecer autonomia financeira, o mercado livre de energia também se revela como um impulsionador da sustentabilidade. Empresas têm a oportunidade de optar por fontes renováveis como a solar, eólica e hidrelétrica. “Não é apenas uma ação ambientalmente responsável, mas também um passo estratégico importante, que está sendo cada vez mais valorizado por consumidores, investidores e outros stakeholders”, diz Miceli.

Nesse sentido, a escolha do fornecedor de energia assume um papel crucial. Ao escolher um fornecedor de energia, Miceli aconselha empresas a considerarem critérios como a experiência no setor, um portfólio próprio de geração de energia, estabilidade econômica e transparência em contratos e práticas comerciais, garantindo a entrega de uma energia segura, sustentável e economicamente competitiva.

Otimizar custos

No País, a Enel já possui quase 4 mil clientes no mercado livre de energia, de diferentes portes e segmentos. O Grupo Enel possui mais de 60 anos no mercado, presença em 30 países e é uma das empresas que mais gera energia eólica e solar no Brasil. Possui ainda ampla experiência na liberalização do setor elétrico em países mais maduros, como Itália e Espanha, que iniciaram o processo de abertura do mercado há mais de 20 anos. Com esse know-how, a companhia também indica algumas estratégias de como as empresas podem otimizar seus custos nesse novo mercado.

Uma análise detalhada do consumo de energia é destacada como fundamental. “Compreender quando e como a energia é utilizada pode levar a negociações de contratos mais eficientes. Uma indústria pode negociar o seu contrato considerando preços mais baixos durante as horas de pico de consumo e tarifas ainda menores durante os períodos de baixa demanda, proporcionando uma vantagem competitiva ao manter custos operacionais controlados e previsíveis”, comenta Miceli.

Outra estratégia é considerar contratos de longo prazo, que podem garantir preços estáveis em meio a flutuações do mercado. No setor de energia, os preços podem variar consideravelmente devido a fatores como condições climáticas, demanda do mercado e mudanças nas políticas energéticas.

“Se a empresa negocia um contrato de sete anos com um preço fixo de energia, por exemplo, ela se protege contra futuros aumentos de preços. Se os preços de mercado aumentarem nos anos seguintes devido à escassez de recursos, questões ambientais ou outros fatores, a empresa não será afetada por esses aumentos. Isso traz uma grande vantagem competitiva, pois ela pode manter seus custos operacionais mais controlados e previsíveis. Ou seja, independentemente das oscilações de mercado, a empresa terá previsibilidade nos custos de energia e no orçamento da organização, sendo crucial para o planejamento financeiro.”

Ao escolher a Enel, a empresa tem a possibilidade não apenas de impulsionar a sustentabilidade, mas também de desempenhar um papel significativo na promoção de um futuro mais renovável.

Fonte: Estadão

Compartilhe

Programa EMPRESA AMIGA DO VAREJO