Siga-nos:

Venda de usados cresce apenas 0,5% no acumulado

Compartilhar:

Estabilidade no segmento decorre da alta no mercado de veículos novos

venda de automóveis, comerciais leves e veículos pesados usados somou em novembro 898,2 mil unidades, registrando queda de 15% ante outubro. A retração no mês se explica porque novembro teve menos dias úteis (20, ante 22) em razão de feriados nacionais e de um municipal (Dia da Consciência Negra) celebrado em boa parte do País. O acumulado do ano revela 10,1 milhões de veículos usados que trocaram de mão, 0,5% a mais que nos mesmos meses de 2017. A estabilidade nos usados reflete o aquecimento na venda de novos, que cresceu 14,1% para automóveis e comerciais leves (leia aqui) e 45% em caminhões e ônibus (veja aqui). Os números foram divulgados pela Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionários.

Faça aqui o download dos dados da Fenabrave

- Veja outras estatísticas em AB Inteligência

 

De todos os segmentos, o único que registrou crescimento significativo nos usados foram os caminhões, em que as 331 mil unidades negociadas no acumulado até novembro resultaram em alta de 5% na comparação interanual. O destaque negativo são os ônibus, com 42,5 mil unidades e retração de 3,6%.
O maior volume de usados negociado no período foi o de automóveis, com 8,4 milhões de unidades, crescimento de 0,3%. Os comercias leves de segunda mão totalizaram até novembro 1,3 milhão de veículos, crescendo 1,2% sobre iguais meses de 2017.

 

MERCADO DE MOTOS MOVIMENTA 2,65 MILHÕES DE USADAS

O mercado de motos usadas movimentou de janeiro a novembro 2,65 milhões de unidades. O volume registra leve alta de 0,3%. Assim como nos automóveis, a estabilidade na transação de motos usadas reflete a recuperação do mercado de novas, que nestes 11 meses anotou crescimento de 10,7% sobre igual período do ano passado.

 

Fonte: Automotive Business (MÁRIO CURCIO, AB)

Nenhum comentário

Deixe um comentário