Siga-nos:

Pesquisa SINCOPEÇAS-SP apura medidas adotadas pelos varejos de autopeças para enfrentar a pandemia

Compartilhar:

Considerando os impactos econômicos para o varejo de autopeças decorrentes da pandemia  COVID-19, o SINCOPEÇAS-SP – Sindicato do Comércio Varejista de Peças e  acessórios para Veículos no Estado de São Paulo realizou, no período entre 10 e 15 de abril, pesquisa de amostragem com as lojas de autopeças de sua base de representatividade para apurar as medidas que os empresários estão adotando para enfrentar a crise gerada pelo fechamento do comércio.

Sete questões foram apresentadas aos empresários:
1 Pretende manter sua equipe?
2 Precisará demitir ou já demitiu colaboradores?
3 Utilizará ou já está utilizando a redução de salários?
4 Buscou acesso aos financiamentos anunciados pelo governo junto ao seu banco?
5 Conseguiu linha de financiamento junto ao seu banco?
6 Vai utilizar os parcelamentos de impostos?
7 Vai fazer recuperação tributária?

Os resultados estão tabulados na planilha anexa e indicam as tendências apontadas pelos empresários do setor para sobreviver a esse período.
Para o presidente do SINCOPEÇAS-SP, Francisco Wagner De La Tôrre, o cenário é muito volátil, muda diariamente, e todos os empresários devem ficar atentos a esses dados porque apontam caminhos que podem ser adotados pelas empresas neste momento turbulento.
Dentre as questões apresentadas, De La Tôrre destaca a 5ª pergunta (Conseguiu linha de financiamento junto ao seu banco?) e a resposta negativa apurada: apenas 13,51% dos entrevistados responderam “sim”, contra 86,49% “não”.

Especificamente sobre financiamentos, De La Tôrre informa que a entidade já vem pleiteando linhas de crédito a juros zero junto ao Governo do Estado, via banco de fomento
Banco do Povo e Desenvolve SP. Junto ao Governo Federal, o SINCOPEÇAS-SP alinhou
linha de crédito via BNDES para pagamento da folha de salário a juros Selic. Por extensão desse pleito, o SINCOPEÇAS-SP também sugere linha de crédito especial para proprietários de veículos, especificamente para manutenção de seus carros. Além
do SINCOPEÇAS-SP, as entidades patronais SICAP-SP – Sindicato do Comércio Atacadista, Importador, Exportador e Distribuidor de Peças Rolamentos, Acessórios e Componentes para Indústria e para Veículos no Estado de São Paulo, assim como o SINCOPEÇAS-SP também filiado à FECOMERCIO SP – Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo, pela ANDAP – Associação Nacional dos Distribuidores de Autopeças e pelo SINDIREPA-SP, Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de São Paulo, filiado à FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, encaminharam ofício ao presidente da Febraban – Federação Brasileira de Bancos, Isaac Sidney Menezes Ferreira, solicitando medidas emergenciais que visam a minimização da inadimplência junto aos bancos, assim como estimular a retomada destas atividades junto ao mercado.

Diz o ofício: “Em razão das perspectivas econômicas apontarem para uma brusca queda no faturamento das empresas do segmento de autopeças no Estado de São Paulo, os sindicatos patronais da cadeia econômica responsável pela reposição de peças e reparação dos veículos automotores no Estado de SP reivindicam apoio para a criação de novas linhas de crédito em condições especiais, voltada aos clientes dos bancos proprietários de veículos, à fim de suportá-los financeiramente e exclusivamente para a devida reparação de seu bem, o veículo automotor, no momento da crise e pós crise”.

Veja todos os resultados no arquivo anexo.

Pesquisa Sincopeças-SP

Informações
Imprensa SINCOPEÇAS-SP
Robson Breviglieri
MTb 13084/SP
imprensa@sincopecas.org.br

Nenhum comentário

Deixe um comentário