Siga-nos:

Nas férias, cuidado com as palhetas

Compartilhar:

Temporada de chuvas exige atenção especial. Palhetas em boas condições de uso garante melhor visibilidade no trânsito. Check-up de outros itens também precisam de atenção com regularidade. Manutenção preventiva: menos riscos, mais vida útil de componentes e economia de combustível

 

Temporada de chuvas exige cuidado especial com palhetas

 

As férias de verão se aproximam e a temporada de chuvas mais intensas também. Por isso, quem vai viajar ou mesmo para garantir a tranquilidade no trânsito em geral é preciso cuidar da manutenção das palhetas, afinal este é um item de segurança no veículo.

É comum os motoristas somente lembrarem-se de cuidar das palhetas quando precisam acionar o limpador de para-brisa, mas o ideal é que nos dias secos todo o sistema seja verificado para evitar problemas. O mau funcionamento do sistema prejudica a visibilidade do condutor, podendo interferir diretamente no fluxo do tráfego na cidade e na estrada.

As constantes mudanças de temperatura interferem na eficiência das palhetas, já que elas estão em constante exposição. O tempo seco e a maior incidência de raios UV presentes na atmosfera afetam a composição da borracha e diminuem a vida útil do componente. Outra situação que impacta na durabilidade do produto é usar o limpador para remover insetos no para-brisa, pois a gordura presente neles atrelada à trepidação do carro abrevia a eficiência do item.

Dessa maneira, verificar regularmente as palhetas - dianteiras e traseiras - irá assegurar a melhor performance de limpeza do para-brisa, boa visibilidade e, consequentemente, maior segurança. A Bosch recomenda a substituição das palhetas pelo menos uma vez por ano ou ao serem observadas formação de faixas e riscos, ruído ou trepidação, formação de névoa e falhas na limpeza do para-brisa e lâmina quebradiça, torta ou rasgada nas palhetas.

Para manter as palhetas em boas condições de uso, a Bosch aconselha que a limpeza das lâminas de borracha seja realizada somente com um pano umedecido em água e/ou sabão neutro, nunca com querosene ou outros produtos químicos. Outra dica é manter a borracha úmida, utilizando constantemente o esguicho de água e, ao abastecer o veículo, solicitar ao frentista a limpeza dos vidros.

Ao substituir as palhetas é importante também verificar a condição do motor e braço do limpador, além de checar se o esguicho de água está desobstruído e corretamente posicionado.

 

Manutenção preventiva completa

É fundamental fazer um check-up no veículo com o objetivo de garantir mais segurança, prevenir acidentes e reduzir riscos nas vias. Assim, para evitar imprevistos nestas férias, além de verificar as condições das palhetas, é preciso realizar a inspeção de diversos outros componentes. Confira alguns itens que devem ser revisados antes de pegar a estrada:

 

Bateria

- Para identificar o estado da bateria, deve-se observar se a partida está fraca, ou seja, se é preciso girar a chave por mais tempo ou repetidas vezes para que o veículo funcione. A Bosch recomenda visitar uma oficina de confiança a fim de garantir mais assertividade na avaliação do item.

- A Bosch relembra que uma bateria com carga enfraquecida nem sempre está danificada. Se houver um defeito na parte elétrica do veículo ou se algum equipamento ficar ligado por muito tempo, a bateria pode descarregar, sendo necessária apenas uma recarga e não a troca da bateria. Caso isto ocorra, também é necessário corrigir o problema elétrico no veículo para que a bateria não volte a ficar com carga baixa. Se isto se repetir com frequência a vida útil da bateria ficará comprometida.

- A Bosch conta com um programa de baterias que visa atender às diferentes necessidades do mercado, considerando que os veículos têm cada vez mais sistemas que consomem energia e demandam níveis de potência variados. Composta por três famílias de produtos com a mesma tecnologia - S4, S5 e S6 – o mecânico irá lhe indicar a melhor opção, considerando a necessidade de energia do seu veículo e a durabilidade esperada.

 

Filtros

- Quando em bom estado de conservação, os filtros de óleo, ar e combustível auxiliam na redução do consumo de combustível e no nível de emissão de poluentes. Somente profissionais qualificados conseguem avaliar se a performance desses itens está afetando a eficiência e o funcionamento do veículo. Também é necessário que as trocas ocorram periodicamente, conforme recomendação do fabricante.

 

Velas

- Escolha postos de combustível de confiança para abastecer. Combustíveis adulterados ou de procedência duvidosa encurtam a vida útil destes componentes e podem provocar, entre outros problemas, superaquecimento das peças e carbonização dos eletrodos.

- A Bosch recomenda que a troca das velas de ignição ocorra periodicamente, conforme a recomendação do fabricante do veículo. Velas gastas ou danificadas podem prejudicar o desempenho do carro. Na troca das velas, o mecânico deve consultar o manual do veículo ou a tabela de aplicação do fabricante de velas. A Bosch oferece a opção de consulta das aplicações via aplicativo “Velas Bosch”, disponível para Android e iOS, no catálogo Bosch online e ainda nos catálogos físicos disponíveis nas oficinas mecânicas e em lojas de autopeças. A verificação do modelo correto de vela para o motor é essencial para o correto funcionamento do veículo.

 

Cabos

- Ao levar o carro no mecânico para a verificação do estado das velas, a Bosch recomenda que sejam observadas também as condições dos cabos de ignição, que são os responsáveis por conduzir a corrente elétrica de alta tensão produzida na bobina de ignição às velas do motor.

- Um cabo de ignição danificado pode gerar problemas de interferências eletromagnéticas e/ou fuga de corrente, causando falhas no motor, consumo excessivo de combustível e problemas no catalisador.

 

Freios

- A recomendação da Bosch é verificar o sistema de freios de acordo com especificações do manual do proprietário, quando serão inspecionados visualmente todos os componentes do sistema ou por meio de equipamentos específicos. Esta verificação indicará a necessidade de substituição dos componentes, o que garante maior segurança e um menor custo na manutenção do sistema.

- Na hora de substituir o fluido de freio é importante levar em consideração a especificação correta para cada tipo de veículo e garantir a substituição completa do mesmo. Por isso, a orientação é sempre seguir as especificações do manual do proprietário do veículo. A aplicação de um fluido não adequado pode reduzir a eficiência da frenagem, colocando em risco a segurança.

- Em caso de viagem, a Bosch recomenda que a revisão do sistema de freios seja feita com no mínimo duas semanas de antecedência, tendo em vista que no caso de troca de discos e pastilhas é preciso observar cuidados no período de assentamento do material de atrito para a acomodação do sistema, evitando, neste período, freadas bruscas e em altas velocidades.

 

Undercar

- A manutenção voltada para a parte inferior do veículo, precisa de equipamentos que garantam o perfeito alinhamento, balanceamento e montagem das rodas para não resultar no desgaste prematuro dos pneus e dos componentes da suspensão, gerando assim mais segurança no rodar. Pneus desalinhados e gastos aumentam o consumo de combustível.

 

Atendimento à imprensa

Bruna Carrara

tel.: (19) 2103-1218

e-mail: bruna.carrara@br.bosch.com

Alessandra Nascimento

Tel.: (19) 2103-2325

e-mail: alessandra.nascimento@br.bosch.com

 

A história de sucesso da Bosch no Brasil iniciou-se em 1954 na cidade de São Paulo. Atualmente o Grupo Bosch emprega no país cerca de 8.500 colaboradores e registrou, em 2016, um faturamento líquido de R$ 4.4 bilhões com a oferta de produtos e serviços automotivos para montadoras e para o mercado de reposição, bem como ferramentas elétricas, sistemas de segurança, termotecnologia, máquinas de embalagem e tecnologias industriais. As operações do grupo na América Latina empregam cerca de 10.000 colaboradores que contribuíram para gerar um faturamento de R$ 5.7 bilhões, incluindo as exportações e vendas das empresas coligadas. Para mais informações: www.bosch.com.br

O Grupo Bosch é um líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços. A empresa emprega mais de 390.000 colaboradores em todo o mundo (posição de 31.12.2016). A empresa gerou vendas de 73.1 bilhões de Euros em 2016. As operações do Grupo estão divididas em quatro setores de negócio: Soluções para Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo e Energia e Tecnologia Predial. Como uma empresa líder em IoT, a Bosch oferece soluções inovadoras para casas e cidades inteligentes, mobilidade e indústria conectadas. A empresa utiliza sua expertise de tecnologia de sensores, software e serviços, assim como sua própria nuvem de IoT para oferecer aos seus consumidores conectados múltiplas soluções a partir de uma única fonte. O objetivo estratégico do Grupo Bosch é disponibilizar inovações para uma vida conectada e aprimorar a qualidade de vida em todo o mundo com produtos e serviços inovadores concebidos para fascinar. Assim, a empresa cria "Tecnologia para a Vida". O Grupo Bosch é composto pela Robert Bosch GmbH e cerca de 440 subsidiárias e empresas regionais presentes em aproximadamente 60 países. Incluindo os representantes de vendas e serviços, a rede global de produção, engenharia e vendas da Bosch abrange quase todos os países do mundo. A base para o crescimento futuro da organização é sua força inovadora. A Bosch emprega 59.000 colaboradores na área de pesquisa e desenvolvimento em 120 localidades em todo o mundo.

Mais informações:  www.bosch.com, www.iot.bosch.com, www.bosch-press.com, www.twitter.com/BoschPresse

Nenhum comentário

Deixe um comentário