Siga-nos:

Mercedes-Benz Automóveis encerra 2017 como líder no mercado premium

Compartilhar:

Entre janeiro e dezembro a marca ultrapassou 12 mil emplacamentos. Modelos produzidos em Iracemápolis foram responsáveis por mais de 60% do volume no ano. Crescimento nas vendas de AMG faz da Mercedes-Benz primeira colocada entre os veículos de alta performance

A Mercedes-Benz do Brasil encerrou 2017 com resultados expressivos nas vendas de automóveis premium. Entre janeiro e dezembro a marca registrou 12.474 unidades emplacadas, impactando no maior crescimento no segmento premium, com 10% em relação ao ano anterior. Além disso, os modelos Classe A, Classe C, GLC, GLC Coupé, GLE Coupé, SLC, entre outros, foram líderes de venda em seus respectivos segmentos.

“Mesmo em um cenário ainda de retração do mercado como um todo, é satisfatório fazer um balanço dos últimos doze meses e perceber que as metas traçadas – tanto em relação ao portfólio, quanto ao esforço contínuo da rede de concessionários – foram cumpridas, resultando em uma participação de mercado de 38,3%. Em 2018, traremos ainda mais novidades para o portfólio da marca, seguindo a estratégia de diversificar continuamente nossa gama de produtos para atender às necessidades mais específicas de nossos clientes”, afirma Holger Marquardt, managing director Marketing e Vendas Automóveis América Latina e Caribe.

Um fator que certamente contribuiu para esses resultados foi a produção local do Classe C e GLA na fábrica de automóveis de Iracemápolis. Ambos os modelos fabricados no País representam 61,2% do volume de emplacamentos de 2017, com 7.631 unidades. Nesse cenário, somente o Classe C sedã registrou 4.061 unidades comercializadas, se mantendo líder em seu segmento e o modelo mais vendido pela Mercedes-Benz. Das versões do Mercedes-Benz GLA produzidas em Iracemápolis, foram registrados 3.570 veículos emplacados. O SUV compacto da marca recebeu uma atualização nos elementos de design interior e exterior, que impressionam por uma linguagem mais agressiva.

O ano de 2017 foi também especial para a divisão de veículos de alta performance da marca. Criada em 1967, a AMG completou 50 anos de existência, desde então, se especializando em desenvolver projetos que aplicam tecnologias de automóveis de corrida nos modelos de rua. Mas, além disso, outro marco para a história da fabricante de Affalterbach foi registrado no Brasil ao conquistar novamente a liderança do segmento em 2017 com 621 unidades emplacadas, que representaram 45,2% de market share. Esses números marcam um aumento de 14% nas vendas em relação à 2016 que se deu, principalmente, em função do lançamento das versões AMG dos utilitários GLC e GLC Coupé, que figuram no topo dos modelos mais vendidos.

Outro fator fundamental para os resultados em 2017 foi a ampliação da rede de concessionários da Mercedes-Benz, iniciada em 2014. Nesse período, a marca passou de 38 para 55 pontos pelo Brasil, incluindo 12 AMG Performance Centers. Além disso, durante o ano de 2017, a marca investiu massivamente em programas de pós-venda e na modernização dos sistemas de recepção e orçamento, agilizando o atendimento aos clientes. Tais novidades compõem um portfólio de serviços de manutenção que se complementam. Entre eles, estão Expess Service, o MB Oil e MB Oil Care. Adicionalmente, houve ainda a expansão do portfólio de automóveis que fazem parte do programa de Revisão Declarada, permitindo ao cliente antecipar o custo de manutenção para os modelos Classe A, Classe B, Classe C, CLA, GLA e GLC.

Esse pacote de serviços, aliado à capilaridade da rede, possibilita que os clientes vivenciem, em todo território nacional, a melhor experiência desde o momento da compra do automóvel, incluindo todo o processo de pós-venda.

 

Mais informações, visite o nosso site:
http://www.mercedes-benz.com.br/institucional/imprensa/releases

 

Siga nosso perfil no Facebook e Instagram: @MercedesBenzBrasil

Nenhum comentário

Deixe um comentário