Siga-nos:

BMW decide ficar fora do Salão Duas Rodas 2019

Compartilhar:

Decisão inesperada teria como motivo “prioridade a novas plataformas e formatos alternativos”

BMW decidiu ficar fora do Salão Duas Rodas 2019, que deve ocorrer entre os dias 19 e 24 de novembro no São Paulo Expo. Segundo a empresa, a decisão foi tomada porque o Grupo BMW está explorando novas plataformas e formatos alternativos ao mesmo tempo em que examina a presença em feiras e outros eventos.
“Em 2019 iremos focar e fortalecer nosso engajamento em atividades específicas de experiência da marca, incluindo test-rides para clientes e entusiastas”, afirma a companhia. O anúncio surpreende pelo momento em que foi divulgado, nove meses antes do evento. Em anos recentes não houve nenhuma baixa semelhante no Salão Duas Rodas, exceto por empresas em dificuldade como a Kasinski, que em 2013 chegou a reservar um espaço, mas não apareceu com suas motos. Naquele mesmo ano sua fábrica foi fechada em Manaus e nunca mais reabriu.
Grandes grupos têm se ausentado de salões bem maiores para buscar eventos mais exclusivos e focados em seu próprio público, sem competição com estandes da concorrência. O objetivo é obter maior retorno sobre o investimento em divulgação da marca. Seguindo essa tendência, a própria BMW ficou de fora do Salão de Detroit, nos Estados Unidos, em janeiro passado.
Em todo o ano de 2018 a BMW Motorrad teve 7,2 mil motos licenciadas no Brasil e cresceu apenas 8% sobre 2017. O desempenho de mercado de seus modelos de baixa cilindrada desaponta. A G 310 R vendeu menos de 700 unidades em todo o ano passado e a G 310 GS, pouco mais de 1,5 mil. A empresa, contudo, afirma que a decisão de não expor seus produtos na próxima edição no Salão Duas Rodas nada tem a ver com seus resultados comerciais, mas com mudança de foco em suas ações de divulgação, para atingir público mais específico.

 

Fonte: Automotive Business

Nenhum comentário

Deixe um comentário