Siga-nos:

Aplicativo do IBPT auxilia finanças do consumidor

Compartilhar:

Com a tecnologia cada vez mais presente no dia a dia, a vida passou a ser comandada pelos smartphones

São aplicativos para compras, música, filmes, além daqueles que avisam sobre a hora de tomar medicamentos, beber água, uma infinidade de tarefas que contam com uma ajudinha do telefone para que se concretizem. Gerenciar os gastos é uma atividade que também pode ser deixada a encargo do aparelho celular, abandonando de vez o hábito de anotar as despesas em cadernos ou agendas.

“A vida mudou, os hábitos são outros, tudo evoluiu, e nós também precisamos nos adaptar às mudanças, principalmente quando mexem com o nosso dinheiro”, diz o presidente executivo do IBPT – Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, João Eloi Olenike.

E, para acompanhar as mudanças e hábitos da vida moderna, há um ano, o IBPT criou o Citizen, um aplicativo que funciona como gerenciador de gastos. “Há diversos aplicativos que se apresentam como gestores de gastos, porém, o Citizen possui diferenciais, pois, além de ajudarem o consumidor a ficar de olho seu dinheiro e identificar em qual tipo de produto ele gasta mais, é o único que apresenta os tributos embutidos nos produtos adquiridos”, afirma Olenike.

Se você ainda não baixou o Citizen, veja cinco motivos para instalar o aplicativo no seu celular.

É o único que mostra o valor dos tributos

Ficar de olho ao que pagamos de tributos é algo que todo cidadão deveria fazer. “É um exercício de cidadania, pois é nossa obrigação cobrarmos o retorno dos impostos aos órgãos públicos. E eles devem voltar em benfeitorias para toda a população”, diz Olenike.

Com o Citizen, você fica sabendo quanto daquilo que você adquiriu foi investido em tributos. Em tempo: Com o intuito de estabelecer a máxima transparência quando se fala em impostos, os deputados constituintes previram na Constituição Federal de 1988, o artigo 150, que traz a obrigatoriedade de esclarecer os contribuintes sobre os tributos que incidem sobre mercadorias e serviços. Visando executar os mandamentos constitucionais, a Associação Comercial de São Paulo, em parceria com o IBPT, iniciou no ano de 2006 o projeto De Olho no Imposto. O projeto virou Lei Federal, 12.741/2012, e hoje é obrigatório informar aos contribuintes, por meio de impressão na Nota Fiscal ou em local visível no estabelecimento, os impostos pagos. 

Armazenamento de notas fiscais para troca e acionamento de garantia de produtos

Citizen também serve como aliado do consumidor na hora de armazenar as suas notas fiscais para eventuais trocas de produtos e até mesmo para acionamento de seguros de eletrônicos e encaminhamentos de itens para a assistência técnica.

As notas armazenadas no Citizen servem, também, para a troca de produtos cujo defeito não foi observado na hora da compra. Muitas vezes o consumidor não repara no defeito porque o problema não é aparente; quando solicita a substituição, se depara com outro problema: a nota fiscal foi descartada e ele perdeu o direito à troca.

Exportação de gastos em planilha Excel

Para quem precisa de uma planilha para ter o controle das despesas, o Citizen possui a função de exportação de gastos. Ao clicar na opção, o usuário recebe em seu e-mail uma planilha com todas as suas despesas reunidas por tipo de compra (vestuário, moradia, alimentação, etc.) e produto. A planilha contém o CNPJ e o nome do estabelecimento, a chave da nota fiscal, seu valor total, o valor por produto, os tributos incidentes e a categoria na qual aquela despesa está incluída. Ou seja, para os amantes do velho e bom caderno de anotação, não há desculpas para não usar o Citizen.

Inserção de notas independente da forma de pagamento 

Se o pagamento da sua compra foi realizado com cartão de crédito, débito, vale-alimentação ou refeição, cheque ou dinheiro, não tem problema! A sua nota pode ser inserida independente da modalidade utilizada para pagar. “Apenas a nota fiscal é necessária para alimentar o seu aplicativo, sem precisar ficar monitorando diversas ferramentas de controle de gastos. Basta fazer a leitura do QR Code, ou inserir o número da chave da nota, não tem erro! O que importa é inserir as informações e consultar o Citizen para saber onde está gastando mais e em qual tipo de produto”, diz Olenike.

Não coleta informações pessoais do usuário

Diferente de outros aplicativos, o Citizen não coleta informações pessoais do usuário. “Não há obrigatoriedade em informar a sua renda, seu CPF ou qualquer outro dado pessoal. O Citizen não tem como intuito ser um controlador dos dados dos usuários, com entradas e saídas, mas sim de auxiliar os usuários do aplicativo a identificar de que maneira seu dinheiro está sendo gasto e mostrar a hora de “pisar no freio”, caso esteja investindo em produtos que não são necessários e que acabam levando o dinheiro embora”, conclui Olenike.

Despesas com um clique

Disponível nas plataformas Android e iOS, o Citizen funciona da seguinte maneira: após o cadastro inicial, o usuário deverá fazer a leitura do QR Code da Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica (NFC-e) e leitura do código de barras da DANFE para fazer o registro a cada compra. Por meio do app, é possível controlar os gastos por categoria e pesquisar itens adquiridos e já registrados no aplicativo por meio das notas fiscais.

Os gastos são organizados por categoria, o que facilita o comparativo mensal. Além disso, é possível ficar sabendo quanto é pago em tributo a cada compra e, ainda, pode pesquisar os preços dos produtos adquiridos ao longo dos meses. A cada semestre, o aplicativo Citizen informará qual a sua inflação pessoal e indicará os melhores estabelecimentos para comprar os produtos que fazem parte do seu perfil de gastos.

Sobre o IBPT

O Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação – IBPT atua desde 1992 na área de inteligência tributária ao realizar pesquisas, estudos e análises para gerar conhecimento e esclarecer a população sobre o complexo sistema tributário brasileiro. Ao mesmo tempo, vem transmitindo informações e dando consultoria estratégica sobre carga tributária setorial, implementando sistemas de governança tributária e desenvolvendo ferramentas e métodos a fim de incrementar a lucratividade das empresas. Seus projetos socio tecnológicos tem ampla utilização, como o Impostômetro, De Olho No Imposto, Lupa Nas Compras Públicas e Empresômetro.

Mais informações podem ser obtidas pelo site:  http://www.ibpt.org.br ou pelo telefone (41) 2117-7300.

Atendimento à imprensa – Descomplica Agência de Mídias

Janaína Fogaça - Jana@agenciadescomplica.com.br

Ulisses Dalcól - ulisses@agenciadescomplica.com.br

Fone: 41 9 9692.4573 

Facebook/Instagram: @agenciadescomplica

Website: www.vempradescomplica.com.br

Nenhum comentário

Deixe um comentário